Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

“Deal Flow” de junho (parte 1): confira os fluxos de negociação do mercado cripto

03/07/2020 - 14:03
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
“Deal Flow” é o relatório mensal dos fluxos de negociação no mercado cripto, compilado pela BNC. Confira o que aconteceu no mês de junho (Imagem: Crypto Times)

Bem-vindos ao Deal Flow, um relatório mensal sobre investimentos no setor de blockchain da Brave New Coin (BNC).

Deal Flow fornece uma listagem abrangente de novas arrecadações de capital, fusões e aquisições, ofertas iniciais de moeda (ICOs, na sigla em inglês), ofertas iniciais de corretora (IEOs) e ofertas de security tokens (STOs).

O relatório identifica tendências da indústria e rastreia o dinheiro, com análises e comentários de especialistas, fornecendo informações essenciais de mercado para investidores profissionais de criptoativos.

De acordo com a pesquisa realizada pela BNC, foram identificadas 19 empresas que arrecadaram investimentos tradicionais de capital próprio em junho de 2020, e todas apresentaram detalhes financeiros.

Essas 19 empresas arrecadaram mais de US$ 92 milhões, em que o maior levantamento (US$ 20,5 milhões) foi da W3BCLOUD.

Em maio de 2020, o capital total levantado registrado era de menos de US$ 52 milhões nas 13 empresas que forneceram informações financeiras. 19 empresas tiveram sucesso em arrecadações em junho. Juntas, em junho, as empresas levantaram US$ 40 milhões mais do que em maio.

Em junho de 2019, 28 empresas arrecadaram dinheiro e apresentaram detalhes financeiros e, juntas, arrecadaram mais de US$ 311 milhões. A queda no número de acordos pode ser consequência da situação da pandemia da COVID-19.

Investidores em junho de 2020 (Imagem: Techemy Advisory)

Em junho, Dragonfly Capital Partners foi a única empresa a realizar três investimentos. Dois desses investimentos foram em vendas de tokens. Galaxy Digital e IDEO Colab fizeram dois investimentos cada.

Os investimentos da IDEO foram investimentos privados, enquanto a Galaxy Digital realizou um investimento privado e um investimento em uma venda de tokens.

Investidores específicos em cripto que realizaram um investimento incluem Digital Currency Group, ConsenSys, Polychain, Castle Island Ventures, Tether, BitMEX, Signum Capital, FPV, OK Group, CoinFund, Placeholder, ParaFi Capital e NGC Ventures. Dessa lista, as quatro últimas só realizaram investimentos em vendas de tokens.

Fundos bem-conhecidos também fizeram um investimento em junho, incluindo Slow Ventures, A. Capital, Version One Ventures, Uncorrelated Ventures, True Ventures, Homebrew, Kindred Ventures, Initialized Capital e Union Square Ventures (USV). As duas últimas foram as únicas a realizarem investimentos em junho.

Inúmeros desses fundos gerais estiveram ativos no setor de investimento cripto no último ano. Collaborative Fund fez pelo menos um investimento no setor cripto a cada mês, exceto em maio.

Houve uma participação significativamente reduzida de investidores institucionais e corporativos em abril e maio, o que era esperado como consequência da COVID-19. Em junho, três grandes investidores foram Mahindra Group, MUFG e AMD.

Das 19 empresas que forneceram detalhes financeiros, duas arrecadaram mais de US$ 10 milhões, levantando US$ 30,5 milhões entre si. Sete levantaram acima de US$ 5 milhões, em que US$ 44,3 milhões foram arrecadados entre elas. Para as dez empresas restantes, a média de arrecadação foi de US$ 17,6 milhões

Oito dessas 19 empresas estão nos EUA. Cinco estão Na Europa — mais especificamente, na Bélgica, na Alemanha, na Irlanda, na Suíça e no Reino Unido. Também existe uma empresa na Austrália, no Canadá, no Japão, em Cingapura e na África do Sul.

A Brave New Coin rastreou três vendas de tokens a cada mês desde março e essa tendência continuou em junho. Todas as três foram vendas privadas de tokens, com participação de capitalistas de risco. A maior venda de tokens em junho foi realizada pela Avalanche, uma plataforma criada pelo AVA LABS.

O projetou arrecadou US$ 12 milhões em uma venda privadade de tokens liderada pela Initialized Capital, com participação da Galaxy Digital, Bitmain, NGC Ventures e Dragonfly Capital.

Duas das três vendas de tokens forneceram detalhes financeiros e, juntas, arrecadaram US$ 15 milhões, em que grande parte foi direcionada para a Avalanche.

Montante de capital próprio e de venda de tokens para diferentes indústrias em junho de 2020

O gráfico acima mostra a distribuição do capital levantado e divulgado sobre capital próprio e vendas de tokens em diversas indústrias.

Empresas do segmento “Blockchain” foram as que mais arrecadaram capital: US$ 33,5 milhões entre si. “Negociações e Investimentos” levantaram mais de US$ 22 milhões entre cinco empresas.

A categoria “Outros” arrecadou mais de US$ 26 milhões e é composta de empresas em cinco diferentes setores: “Energia”, “RH”, “Mídia”, “Mineração” e “Redes Sociais”. Entre as duas que forneceram informações financeiras, ambas estavam no setor de “Blockchain” e “Serviços Financeiros”.

Esse foi o primeiro fez em que Deal Flow não registrou quaisquer fusões ou aquisições no setor cripto. Em maio, houve três aquisições, todas realizadas por empresas bem-conhecidas: Zoom, ConsenSys e Coinbase.

Agradecemos por ter lido. Esperamos que Deal Flow seja uma ferramenta mensal valiosa.

Parte 2

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Matéria Original: "Deal Flow - June 2020"

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 06/07/2020 - 7:37