Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Deribit migra para o Panamá por conta de pressão regulatória

14/01/2020 - 15:56
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
deribit mapa mundo países baixos panamá
Deribit, famosa corretora de criptoativos dos Países Baixos, está se realocando para o Panamá a fim de evitar regulações antilavagem de dinheiro (Imagem: Money Times)

A partir do dia 10 de fevereiro, Deribit estará sediada no Panamá, onde irá operar como DRB Panama Inc., uma subsidiária integral da Deribit B.V. (plataforma e empresa original).

Em uma publicação no blog do site, Deribit disse que a adesão iminente das regulações antilavagem de dinheiro (AML) da União Europeia pelos Países Baixos é o motivo da mudança.

Todas as 28 nações-Estado que fazem parte da União Europeia devem adotar a Quinta Diretriz Antilavagem de Dinheiro (AMLD5) de 5 de janeiro.

Apesar de o prazo ter sido ultrapassado e muitos países ainda precisarem cumprir com a nova regulação, o ambiente atual é visto como progressivamente difícil para corretoras de criptoativos.

A AMLD5 também levanta dúvidas sobre o status atual de Malta como núcleo de empresas e corretoras relacionadas a criptoativos.

Como membro da União Europeia, malta precisa entrar em conformidade com a diretriz, e grandes corretoras como Binance e OKEx podem ser forçadas a emigrar de novo conforme a continuação do jogo de gato e rato.

“Se a Deribit entrasse nessas regulações, teríamos que pedir uma grande quantidade de informações de nossos clientes atuais e futuros”, declarou a Deribit em sua publicação.

“Acreditamos que os mercados cripto deveriam se estar livremente disponíveis para a grande maioria, mas as novas regulações impõem barreiras muito altas para a maioria dos negociadores, tanto barreiras regulatórias como relacionadas a custos.”

A equipe e liderança da Deribit vai continuar a mesma; John Jansen vai continuar sendo o CEO.

Apesar da mudança para o Panamá, Deribit diz que vai expandir seus requisitos de KYC (de identificação de clientes) em fevereiro e vai usar as ferramentas Jumio e Chainalysis para evitar o uso ilegal de sua plataforma.

Residentes e/ou cidadãos dos EUA continuarão proibidos de usar serviços da Deribit após a migração.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 14/01/2020 - 15:56