ImóvelTimes

Dividendos de fundos imobiliários sofrem com atraso de pagamento; Índice sonha com marca perdida há 2 meses

06 dez 2023, 12:58 - atualizado em 06 dez 2023, 13:03
fundos imobiliários fiis ifix imóveis
Índice de fundos imobiliários avança e volta a sonhar com os 3.200 pontos; FIIs voltam a sofrer com aluguéis em atraso (Foto: Flávya Pereira/Money Times)

Apesar das propostas para compra do ativo do CARJ, o fundo imobiliário BB Progressivo (BBFI11B) informou ao mercado que o Banco do Brasil (BB) segue sem pagar aluguéis.

Em comunicado, o FII diz que os valores de locação vencidos em novembro ainda não foram pagos pelo BB.

Com isso, mais uma vez, a distribuição de rendimentos pelo BBFI11B ficou negativa em R$ 28,24 por cota em decorrência da inadimplência.

Até março deste ano, o imóvel estava alugado para o BB. No entanto, a locação é alvo de ação judicial, que tramita na 27ª Vara Cível da Comarca do Rio de Janeiro desde 2020. Desde então, a instituição financeira deve aluguéis ao fundo imobiliário.

Quer investir, mas com pouco dinheiro? Veja FIIs com cotas abaixo de R$ 10

Na semana passada, o Banco do Brasil propôs ao fundo imobiliário um acordo de R$ 50 milhões para quitar todas as dívidas de aluguel, além de uma indenização.

Além do BBFI11B, os rendimentos do fundo imobiliário Multi Renda Urbana (HBRH11) foram impactados negativamente em R$ 0,21 por cota devida a inadimplência da Unimed-Rio.

A Cooperativa de Trabalho Médico do Rio de Janeiro, locatária do imóvel Neolink, ainda não pagou o aluguel de outubro vencido no mês passado.

Índice de fundos imobiliários (Ifix)

O índice de fundos imobiliários (Ifix) B3 tem alta firme no pregão desta quarta-feira (06) e, engatando o terceiro dia seguido de ganhos, flerta com o patamar de 3.200 pontos, perdido há dois meses.

Por volta das 12h55 (de Brasília), o Ifix subia 0,12%, aos 3.193 pontos.



Entre os mais de 100 fundos listados, o Log CP Inter (LGCP11) tinha a maior alta no horário acima, de 1,2%.

Em contrapartida, o fundo imobiliário XP Properties (XPPR11) liderava as perdas, de 1,4%. O FII tem oscilado entre perdas e estabilidade nos pregões das últimas semanas.

*As cotações citadas são do site Investing.com

Repórter
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin