Entenda como grandes ilustradores de HQs estão se aventurando pelo mercado cripto

12/12/2020 - 11:00
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
MakersPlace, um mercado para artes digitais na Ethereum, lançou novas obras digitais feitas pelo artista da Marvel/DC Mark McKenna (Imagem: Twitter/MakersPlace)

Uma das narrativas em constante evolução na indústria cripto é o emergente cenário artístico digital.

Artistas digitais podem criar obras digitais e raras que podem ser autenticadas no blockchain, a fim de fornecer prova de procedência (do inglês “proof of provenance”) e prova de propriedade (“proof of ownership”).

Blockchains fornecem novas maneiras de colecionadores de arte se comunicarem com artistas, criando novas mercados e novas formas de patrocínio.

MakersPlace, um mercado para artes digitais verificadas no blockchain Ethereum, lançou três novas artes do ilustrador da Marvel/DC Mark McKenna. MakersPlace também anunciou uma colaboração entre McKenna e seu colega José Delbo (Mulher-Maravilha e Transformers).

MakersPlace é um mercado para artes raras e digitais, com provas de raridade e propriedade autenticadas pelo blockchain Ethereum. Cada artista e obra apresentada no MakersPlace é verificada por meio de um processo de verificação de identidade de múltiplas etapas.

MakersPlace foi fundado por uma equipe de funcionários da plataforma Pinterest. Recebeu financiamento dos fundos Uncork Capital, Draper Dragon Fund e Abstract Ventures, bem como de investidores-anjo do Pinterest, Facebook e Coinbase.

O que são tokens não fungíveis (NFTs)
e por que estão fazendo tanto sucesso?

Página inicial do mercado digital (Imagem: MakersPlace)

O lançamento

O “art drop” recente inclui três obras originais de Mark McKenna, duas obras colaborativas entre McKenna e José Delbo, e uma colaboração entre pai e filha, de Delbo e sua filha Silvana.

Delbo é um artista argentino. Na década de 1970, ele trabalhou em versões para histórias em quadrinhos (HQs) de seriados clássicos como Além da Imaginação; The Brady Brunch; Guerra, Sombra e Água Fresca; Buck Rogers e Os Monkees.

Na década de 1980, bem antes dos super-heróis modernos dominarem a telona, Delbo trabalhou para as grandes marcas DC e Marvel, ilustrando títulos como Superman, Batman, Aquaman, Arqueiro-Verde, Transformers e Thundercats.

Delbo lançou sua primeira obra de arte digital no blockchain em julho deste ano, na forma de uma HQ original e digital de 43 páginas chamada “Morte”. As artes digitais de Delbo tiveram vendas recordes, arrecadando mais de US$ 135 mil no MakersPlace.

(Imagem: MakersPlace)

Inspirado pelo interesse na arte digital de Delbo, Mark McKenna é o mais recente ilustrador de HQs a se lançar em um mercado digital via blockchain.

McKenna é um artista americano que trabalhou extensamente, tanto em quadrinhos da Marvel como da DC. Ele ilustrou X-Men, Homem-Aranha, Batman, Liga da Justiça, Deadpool e Star Wars.

As artes digitais da estreia de McKenna incluem personagens bem-conhecidos de uma galáxia muito, muito distante. McKenna combina personagens imortais de ficção científica ao caos de 2020, criando ilustrações com uma pegada satírica.

(Imagem: Mark McKenna — “Science Fiction Fantasy in a Galaxy Far Away”)

A arte à esquerda é intitulada “Intergalactic Unemployment Office” (em português, “Departamento de Desemprego Intergalático”).

McKenna cria um universo onde o coronavírus expandiu seu alcance além da atmosfera da terra, gerando caos em planetas ao redor da galáxia, incluindo a capital da galáxia, Coruscant.

Nessa história, McKenna nos apresenta um ambiente em que residentes da cidade foram afetados e destaca a dificuldade universal trazida por essa época turbulenta na História. As três artes acima estão disponíveis em edições digitais limitadas no MakersPlace.

McKenna contou à Brave New Coin (BNC) que ele está extremamente empolgado em entrar para o movimento artístico baseado em blockchain.

“Espero que a comunidade goste das minhas obras recentes, que incluem alguns dos meus personagens mais conhecidos e os coloca em meio à turbulência de 2020, da qual todos estamos passando, fornecendo uma perspectiva descontraída e humorística”, disse ele.

“Também é uma honra trabalhar com José Delbo em uma obra colaborativa que simboliza o futuro da arte de quadrinhos digital.”

“Into the Future”

Into the Future”, a nova colaboração entre McKenna e Delbo, fala sobre a catalisação da indústria de quadrinhos conforme avança ainda mais no futuro da criação de arte e do consumo.

NFTs e o mercado de obras de arte
da indústria cripto

Essa obra é uma combinação dos personagens mais populares de Delbo e McKenna, sendo liderados por quem começou tudo: Morte.

Dannie Chu, CEO do MakersPlace, disse que a colaboração entre Delbo e McKenna representa um ponto de inflexão no setor artístico cripto:

“Vemos cada vez mais empolgação de artistas conhecidos em diversos gêneros em entrar para esse crescente movimento.

É inspirador ver lendas das artes em quadrinhos, como José Delbo, serem uma inspiração e um guia para seus colegas, como Mark McKenna. Este é apenas o começo do futuro das coleções de artes em quadrinhos digitais.

É provável que McKenna esteja certo conforme o cenário artístico digital começa a amadurecer.

Tendências a longo prazo apontam para um mundo “cyberpunk” de interfaces digitais, realidade aumentada, realidade virtual e wallpapers com diodos orgânicos emissores de luz (OLED), conforme as barreiras entre o mundo físico e o mundo digital continuam a se dissipar.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 11/12/2020 - 15:03

Cotações Crypto
Pela Web