Entidade da Coinbase se torna a primeira a fornecer custódia cripto na Alemanha

28/06/2021 - 15:34
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
A licença de custódia de cripto permitirá que bancos possam armazenar ativos digitais em nome de seus clientes, mas essas entidades precisam estar registradas na BaFin (Imagem: Unsplash/christianw)

A Autoridade Federal de Supervisão Financeira da Alemanha (BaFin, na sigla em alemão), deu à corretora de criptomoedas Coinbase (COIN) o sinal verde para realizar custódia cripto no país, segundo um anúncio publicado pela reguladora nesta segunda-feira (28).

Isso fará com que a entidade alemã da Coinbase seja a primeira empresa autorizada a fornecer serviços de custódia cripto na Alemanha, de acordo com BaFin.

Segundo o anúncio, já que esse é um novo modelo de negócio, BaFin criou uma equipe interdisciplinar e multidisciplinar que irá supervisionar quaisquer problemas relacionados ao negócio de custódia cripto.

Em 2020, reguladores alemães aprovaram uma legislação que permite que empresas forneçam serviços de custódia cripto, mas isso exigia uma aprovação prévia da BaFin.

A aprovação da Coinbase Germany vem dois meses após a BaFin ter emitido um alerta sobre a oferta de tokens acionários (ou “stock tokens”) da corretora Binance.

O órgão regulatório rejeitou o pedido da Binance de remover o aviso, afirmando que, de acordo com a lei alemã, valores mobiliários e outros “produtos de investimento”, como ações tokenizadas que não podem ser vendidas sem aprovação.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 28/06/2021 - 15:36

Cotações Crypto
Pela Web