ImóvelTimes

Even (EVEN3): O que está por trás da venda de mais de 16% das ações da Melnick (MELK3)?

28 mar 2024, 16:36 - atualizado em 28 mar 2024, 18:47
melnick-melk3
Even venderá quase 35 milhões de papéis da Melnick abrindo caminho para “desinvestimentos” na construtora (Imagem: Melnick/Divulgação)

A construtora e incorporadora Even (EVEN3) assinou um contrato de compra e venda para alienação de 19,7 milhões de ações ordinárias da sua subsidiária Melnick (MELK3), o equivalente a uma fatia de 9,55% do capital social da empresa.

A Even encerrou 2023 detendo uma fatia de 37,56% em MELK3, somando quase 77,5 milhões de papéis.

Em comunicado publicado no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Even explica que vendeu tais ações para a Melpar Invest, fundo de investimento no qual o diretor-presidente da incorporadora gaúcha, Leandro Melnick, é sócio.

  • Pensando em comprar um imóvel em 2024? Então é melhor “correr” antes que os preços comecem a aumentar. Entenda o porquê.

Os papéis foram vendidos por R$ 94,7 milhões, sendo R$ 4,81 por ação. No pregão desta quinta-feira (28), os papéis da Melnick são negociados abaixo dos R$ 4,75.

A Even diz que a operação será realizada em até 30 dias e que foi aprovada pelo seu conselho de administração. Além disso, o colegiado também deliberou a venda de até 15 milhões da Melnick, ou 7,27% de participação, em até 90 dias.

“A administração considera que as transações gerarão relevante caixa à companhia, além de permitir maior liberdade aos acionistas na escolha de participações acionárias na Even e na Melnick”, comentou EVEN3 no comunicado.

Na manhã de hoje, a Melnick informou ao mercado que a Melpar agora tem participação de 8,29% na companhia, com um total de 17,1 milhões de ações.

Quem também aumentou a participação acionária em MELK3 foi a Puras Holland Park, após a compra de 2,2 milhões de ações, passando a deter fatia de 10,27% – quase 21,2 milhões de papéis -, no capital social da empresa de construção civil.

Derrocada do Ibovespa: Desempenho negativo do 1° trimestre pode persistir nos próximos meses? Confira no Giro do Mercado de hoje!

Even e Melnick a caminho da separação?

Para o BTG Pactual, a Even caminha para um “desinvestimento” em Melnick, já que venderá 45% de sua posição na companhia, ficando com participação acionária de 20,7%

“É um sinal claro que a Even está caminhando para um desinvestimento, o que poderá ter alguns impactos positivos, como aumento da liquidez para MELK3. Os investidores também poderão optar pela exposição isolada na Even, em São Paulo, ou Melnick, em Porto Alegre“, comenta a equipe de real estate do banco.

Os analistas acrescentam que outro ponto positivo é que EVEN3 desalavancará seu balanço, devendo arrecadar R$ 95 milhões com as vendas dos papéis.

Para a Genial Investimentos, a operação deve provocar um “overhang” (excesso de liquidez proporcionado por distorções entre oferta e demanda) nas ações de Melnick.

“Com essas vendas [de ações], a Even segue no processo de desvencilhamento entre as companhias”, diz a corretora.

O BTG ainda chama a atenção para um movimento no comando da Even ocorrido em maio do ano passado, quando Leandro Melnick renunciou ao cargo de CEO da construtora e voltou para o comando da Melnick.

Além disso, o executivo renunciou ao cargo de presidente do conselho de administração nesta semana. Contudo, ele seguirá como membro do colegiado.

Repórter
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin
Jornalista mineira com experiência em TV, rádio, agência de notícias e sites na cobertura de mercado financeiro, empresas, agronegócio e entretenimento. Antes do Money Times, passou pelo Valor Econômico, Agência CMA, Canal Rural, RIT TV e outros.
Linkedin