Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Ex-engenheiro de software do Google consegue descriptografar US$ 300 mil em bitcoin

11/08/2020 - 15:44
Investidores em cripto levam muito a sério a segurança de seus criptoativos, mas e se você armazená-los de uma forma quase impossível de descobrir a senha? (Imagem: Unsplash/@markusspiske)

Michael Stay, CTO da empresa de software Pyrofex Corporation e ex-engenheiro de segurança da Google, conseguiu descriptografar um arquivo para obter US$ 300 mil em bitcoin em nome de um famoso investidor russo, segundo o site Decrypt.

O investidor russo entrou em contrato pois Stay havia feito uma publicação sobre hackear arquivos “zip” criptografados. “Se tivermos sucesso em descobrir a senha, vou agradecê-lo.”

O contato foi feito pois, apesar de o investidor ter adquirido bitcoin por apenas US$ 10 mil em 2016, armazenou seus fundos nos arquivos, mas não lembrava da senha, então achou que tinha perdido os criptoativos para sempre.

Para conseguir obter a senha, Stay desenvolveu um programa que tentava usar diversas combinações de senha ao longo do tempo. Para não demorar muito, Nash Foster, CEO da Pyrofex, conseguiu realizar a tarefa em apenas alguns dias.

O investidor anônimo dividiu as recompensas, dando US$ 100 mil a Stay; o custo operacional de descriptografia foi de US$ 7 mil.

“Quando as pessoas pensam na segurança da chave privada de seus criptoativos, têm receio de que será roubada, então tentam escondê-la o máximo possível (nesse caso, em um arquivo zip criptografado), mas na verdade é bem mais provável que esteja sujeita a perda”, disse Tal Be’ery, cofundador da carteira cripto ZenGo.

A que nível a segurança é demais? Clique aqui para saber quais são os diferentes tipos de armazenamento para criptoativos e qual deles mais se adequa a você.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 11/08/2020 - 16:30