Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Executivos da Coinbase realmente venderam grande parte de suas participações na corretora cripto?

19/04/2021 - 8:55
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Alguns comentaristas noticiaram que os executivos da Coinbase haviam vendido grande parte de sua participação, mas a história real é bem menos exagerada (Imagem: Coinbase/Blog)

A Coinbase (COIN) gerou inquietação no mundo dos investimentos após ter entrado para os mercados públicos em uma estreia que rivalizou algumas das maiores ofertas públicas iniciais (IPO) de tecnologia da História.

A capitalização de mercado completamente diluída da corretora de criptomoedas atingiu mais de US$ 80 bilhões até o fim da primeira sessão de negociação, competindo contra diversos titãs de Wall Street, como Credit Suisse, Nasdaq e Barclays.

Ainda assim, o mundo cripto focou sua atenção não apenas nas métricas positivas da Coinbase, mas também no quanto seus executivos estavam vendendo suas ações.

Em um tuíte que reuniu milhares de outros tuítes, um observador percebeu que a equipe de gestão da Coinbase vendeu grande parte de sua participação.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

Porém, dados compilados pelo The Block, de documentos enviados à Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC), sugerem que os maiores acionistas da empresa venderam apenas uma fração de sua participação na empresa entre os dias 14 e 15 de abril.

Para fins de esclarecimento, os dados de 16 de abril ainda não estão disponíveis publicamente e a análise desses dados é baseada em estimativas do The Block Research.

Então quanto a equipe executiva da Coinbase vendeu durante a primeira semana de negociação da $COIN?

Primeiro, Brian Armstrong, o diretor executivo, vendeu menos de 2% de sua participação.

Enquanto isso, Alesia Haas, diretora financeira — que sabichões disseram, erroneamente, que tinha vendido 100% de suas ações — só vendeu 15% de sua participação total — ela ainda tem quase US$ 500 milhões em participação com base no preço de fechamento da $COIN na última sexta-feira (16).

A diretora operacional Emilie Choi foi a segunda a vender grande parte de sua participação em termos percentuais.

A ex-executiva de fusões e aquisições do LinkedIn vendeu 24% de sua participação durante as duas primeiras sessões de negociação, repassando mais de 50 ações próximas ao preço acima de US$ 420, segundo documentos à SEC.

A diretora de contabilidade Jennifer Jones vendeu 38% de sua participação total — a maior quantidade entre executivos, em termos percentuais.

Emitindo COIN – valores estimados em dólares da primeira semana das ações de vendas de executivos e diretores da Coinbase vs. valor estimado restante em dólares de participações a um preço de US$ 342 por ação na sexta-feira (Imagem: The Block Research)

Não deve ser surpresa ao mercado que executivos vendam ações. Em uma listagem direta, não existe uma oferta de ações como em uma IPO tradicional. Assim, a venda de ações existentes a acionistas garante que haja oferta suficiente para que uma listagem direta aconteça.

Ontem (18), Paul Grewel, conselheiro-geral da Coinbase, destacou em um tuíte: “para fornecer oferta suficiente e convocar novos investidores, uma empresa deve vender uma quantidade mínima da tabela de capitalização total para ter uma listagem bem-sucedida. Geralmente, os maiores acionistas são os investidores e executivos, então isso indica que realizam as maiores vendas no dia da listagem”.

O gráfico a seguir mostra exatamente quantas ações os principais acionistas da Coinbase venderam durante a última semana.

Não é surpreendente que Armstrong tenha vendido grande parte das ações (pouco abaixo de US$ 300 milhões), mas representam uma pequena fração de sua governança total na empresa. Choi vendeu um pouco abaixo de US$ 220 milhões de ações durante o mesmo período.

Destaque das ações da Coinbase vendidas por funcionários e diretores na semana de 14 de abril (Imagem: The Block Research)

Em relação ao desempenho da $COIN, a corretora terminou a sessão da última sexta-feira a US$ 342 por ação, uma queda significativa a quando estava sendo negociada nos primeiros momentos após sua estreia.

Coinbase atingiu uma baixa de US$ 310 durante a hora final de negociação, atingindo US$ 328,28 às 17h (horário de Brasília). Terminou a primeira sessão com uma avaliação completamente diluída de US$ 85,7 bilhões.

(Imagem: TradingView)

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 19/04/2021 - 8:55

Pela Web