Fear and Greed: Mercado cripto continua com medo extremo nesta sexta-feira

Leonardo Rubinstein Cavalcanti
13/05/2022 - 13:59
sexta-feira 13 medo cripomoedas
Sexta-feira 13 é de medo para o mercado de criptomoedas. (Imagem: Unsplash/Clint Patterson)

A queda do mercado cripto vem preocupando alguns investidores, tanto em relação a como realocar o portfólio da melhor maneira, comprar uma grande quantia de um criptoativo a baixo preço ou então se desfazer de todas posições. O índice “Fear & Greed”, ou medo e ganância, busca representar todos estes sentimentos do mercado.

A escala do índice é de 0 a 100 pontos, onde quanto mais próximo de zero o medo é extremo, e de 100 a ganância, ou otimismo, reina. Nesta sexta-feira (13), o índice mede 10 pontos, apontando um sentimento de medo entre investidores.

Latest Crypto Fear & Greed Index

Humberto Andrade, Trade Sênior OTC no Mercado Bitcoin explica que o índice é montado através de uma combinação de várias fontes de dados distintas.

“O índice mais famoso, da Alternative.me, leva em consideração volatilidade, momento de mercado, palavras chaves em redes sociais, pesquisas, dominância de mercado e os trends em sites de busca”, comenta.

Segundo Andrade, é muito subjetivo dizer o que poderia influenciar os níveis atuais, mas estamos numa dinâmica muito desfavorável do cenário de investimento global.

Anúncios de bancos centrais, notícias de guerra ou movimentos de lockdown chinês podem ter um efeito direto no índice, negativo ou positivo, conforme diz.

“Além disso, há ações específicas do mercado cripto, como tem sido a questão do ecossistema Terra. A direção vai depender do teor da notícia a surgir.”

Como o índice de medo é medido?

Para ele, a avaliação desse índice é muito subjetiva, mesmo com as fontes de dados sendo diversas. “Cada um tem um sentimento específico para um momento de mercado”, avalia.

Andrade diz que vai muito de como o investidor se enxerga representado naquele momento e o quanto ele está alinhado, também, com as outras análises que assume no momento de investir em algo.

“O que posso afirmar de maneira empírica é que ele aparenta sempre indicar um sentimento real do mercado”, diz.

Ele lembra que, em setembro de 2009, o índice chegou a registrar algo próximo de 5.

“É algo muito antigo, não dá pra saber o que causou nem se naquele momento o índice estava bem ajustado. Por ser baseado em dados, o aumento da quantidade de dados na blockchain e aumento do alcance midiático do ativo, tornam ele mais sólido.”

Em contrapartida, foi observado um otimismo grande no ano passado, quando o índice marcava os 95 pontos em fevereiro 2021.

“Acredito que a causa pode ter sido o avanço da vacinação da COVID-19 e retomada das atividades pelo mundo.”

Receba as newsletters do Money Times!

Cadastre-se nas nossas newsletters e esteja sempre bem informado com as notícias que enriquecem seu dia! O Money Times traz 8 curadorias que abrangem os principais temas do mercado. Faça agora seu cadastro e receba as informações diretamente no seu e-mail. É de graça!

Disclaimer

O Money Times publica matérias de cunho jornalístico, que visam a democratização da informação. Nossas publicações devem ser compreendidas como boletins anunciadores e divulgadores, e não como uma recomendação de investimento.

Última atualização por Renan Dantas - 13/05/2022 - 13:59

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto