Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Gerdau exibe resistência de aço contra a covid-19 em balanço, avaliam analistas

06/08/2020 - 17:33
Gerdau
Segundo o Credit Suisse, o segundo trimestre deve ser o pior período do ano para a Gerdau, o que renova o otimismo sobre os próximos resultados da  companhia (Imagem: Gerdau/Youtube)

A Gerdau (GGBR4) passou no teste de resistência. Além de ter agradado o BTG Pactual (BPAC11), o balanço da companhia foi uma surpresa positiva para os analistas do Credit Suisse e da XP Investimentos.

“Os números reportados mostram a resiliência do mercado de aço longo brasileiro, pois a Gerdau conseguiu aumentar suas vendas na divisão doméstica em 5%, apesar dos impactos da covid-19″, comentaram Caio Ribeiro e Gabriel Galvão, autores do relatório divulgado pelo banco suíço.

A empresa registrou um lucro líquido de R$ 315 milhões no segundo trimestre do ano, representando uma queda de 15% no comparativo anual. O Ebitda ajustado sofreu queda de 16,2%, para R$ 1,3 bilhão, enquanto a margem Ebitda ajustada passou de 15,5% para 15,1%.

Segundo o Credit Suisse, o desempenho do período deve ser o pior do ano para a Gerdau, o que renova o otimismo sobre os próximos resultados da  companhia. Os analistas estão confiantes com a força da demanda por aço longo no Brasil, enquanto os volumes na América do Norte, América do Sul e a divisão de aços especiais irão aumentar sequencialmente, junto com a flexibilização das medidas de isolamento social.

O Credit Suisse tem recomendação de compra para a ação, com preço-alvo indicado em 12 meses de R$ 19. A XP também segue com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 17,50.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 06/08/2020 - 17:33