Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Hackers invadem site de Donald Trump e realizam votação com a criptomoeda monero (XMR)

28/10/2020 - 8:45
Hackers pediam que visitantes do site enviassem monero para votar “sim” ou “não” no vazamento de dados confidenciais do presidente americano (Imagem: Facebook/Monero)

Na noite dessa terça-feira (27), o site do presidente americano Donald Trump estava fora do ar por cerca de meia hora, noticia o Decrypt.

O suposto hacker (ou grupo de hackers) anunciou: “este site foi invadido” e “o mundo já está cansado das notícias falsas espalhadas diariamente pelo presidente Donald J. Trump”, junto com os selos do Departamento de Justiça (DoJ) e do Departamento Federal de Investigação dos EUA (FBI).

Os hackers afirmaram terem obtido acesso a dispositivos que revelavam “informações totalmente confidenciais […] provando que o governo Trump está envolvido na origem do coronavírus”.

Além disso, também acusam o presidente de “envolvimento em crimes e cooperação com agentes estrangeiros para manipular as eleições de 2020”.

Em seguida, pediram que visitantes do site votassem em quais dados deveriam ser vazados ao enviarem monero (XMR), criptomoeda de privacidade geralmente usada por hackers, a um endereço para votar “sim” ou “não”.

O que é monero?

Alertaram: “após o prazo, iremos comparar os fundos e realizar a vontade do mundo. Em ambos os casos, iremos informar vocês”.

Agora, o site já voltou ao normal, e um porta-voz de Trump negou que qualquer dado confidencial tenha sido obtido pelo site.

Saberemos quem será o próximo presidente dos Estados Unidos na próxima terça-feira, 3 de novembro. Até lá, as agências de inteligência nacional estão alertas para possíveis campanhas de desinformação, conclui o Decrypt.

Qual a relação entre eleição e cripto?

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 28/10/2020 - 8:45