Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Hive: bifurcação do blockchain Steem foi um sucesso

06/04/2020 - 11:22
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
No que Vitalik Buterin chamou de um possível “momento divisor de águas” para a governança do blockchain, a aquisição da Steemit por Justin Sun foi evitada por uma bifurcação drástica (“hard fork”) da comunidade (Imagem: Crypto Times)

No novo blockchain Hive, Justin Sun foi completamente tirado de cena. Ele não tem controle sobre os tokens originalmente desenvolvidos para os fundos que garantiram a ele os direitos de votação da plataforma Steemit, adquirida do fundador Ned Scott no dia 14 de fevereiro.

Enquanto isso, ao blockchain original Steem, resta “apenas bom estilo e boa vontade” e “quase não possui valor agora”, de acordo com Dan Notestein, um dos principais validadores da Steem.

“Um divisor de águas”

A saga Steemit chamou a atenção da comunidade cripto como uma história clássica de centralização vs. descentralização, com a comunidade de um lado e Justin Sun, fundador da Tron, do outro.

Desde que o acordo foi firmado no dia 14 de fevereiro, essa oposição resultou em diversas votações na comunidade, envolvendo conspirações com corretoras e inatividade da plataforma.

Sob a liderança do principal validador Dan Notestein — sob o apelido de BlockTrades —, a comunidade Steemit argumentou que a proposta de Sun de migrar tokens Steem ao blockchain Tron não era democrática e que ele era o responsável de conspirar com corretoras para subverter a vontade das pessoas.

Sun, por outro lado, afirmou que suas propostas beneficiariam Steem e que as tentativas de tomar o controle do fundo de desenvolvimento representaram uma violação da “santidade da propriedade privada”.

“A beleza de cripto é que ninguém pode tirá-lo de você. A santidade da propriedade privada é garantida pela matemática e programação por trás dela. Congelar os fundos das pessoas viola a fundação básica dos criptoativos”, tuitou ele.

Com uma bifurcação drástica, agora a questão foi resolvida. As moedas de Justin foram excluídas do novo blockchain e mudanças ao protocolo de governança removeram completamente sua influência.

Todas as contas Steem migraram para a rede Hive — cujo nome foi escolhido por meio de uma votação da comunidade — e todo o conteúdo da Steem, incluindo artigos de blog, conteúdo social e fundos, foram transferidos.

Esse resultado, de acordo com Vitalik Buterin, fundador da Ethereum, é um “divisor de águas” na história da governança de blockchain. E, assim como afirmaram muitos outros, incluindo John McAfee, é “uma forte demonstração de que a comunidade está no controle e não pode ser comprada”.

Mas ainda veremos se o blockchain Hive será o suficiente para dar à Steemit uma nova vida e reverter seu declínio de longo prazo. O número de publicações semanais na plataforma aumentou na febre das altcoins (criptomoedas alternativas ao bitcoin) no início de 2018, mas vem decrescendo desde então.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 06/04/2020 - 11:23