Sobe-e-desce da Bolsa

Altas e baixas do Ibovespa: BRF (BRFS3) despenca mais de 7% e estende perdas; veja destaques

08 nov 2023, 13:07 - atualizado em 08 nov 2023, 13:07
BRF
Além da BRF, Marfrig também se desvalorizava na sessão (Imagem: Reuters/Rahel Patrasso)

Ibovespa (IBOVopera de lado nesta quarta-feira (8), depois de saltar 0,71% na última sessão. Por volta de 12h55, Dexco (DXCO3) despencava 11,66% após registrar lucro líquido recorrente de R$ 94,8 milhões no terceiro trimestre.

BRF (BRFS3), que fechou a última sessão em queda de 1,56%, estendia perdas e desvalorizava 7,14%. Entre os frigoríficos, Marfrig (MRFG3) — que teve disparada ontem — perdia 0,91%

Arezzo (ARZZ3), que também divulgou balanço, caía 4,41%. No 3T23, a empresa marcou lucro líquido recorrente de  R$ 107,1 milhões.

Petrobras (PETR4) continuava pesando, em recuo de 1,78%, enquanto Prio (PRIO3) caía 1,22% e 3R Petroleum (RRRP3) perdia 0,60%.

  • Eletrobras deixa prejuízo para trás e lucra R$ 1,47 bilhão no 3T23: Ainda vale a pena investir nas ações da elétrica? Confira a recomendação do analista Ruy Hungria no Giro do Mercado desta quarta-feira (8), é só clicar aqui:

Altas do Ibovespa

Totvs (TOTS3) disparava 6,97% e liderava altas, após marcar lucro líquido de R$ 427,7 milhões aos controladores no 3T23.

Em seguida, vinha Casas Bahia (BHIA3), que subia 5,26% após divulgar uma estruturação de fundo de investimento em direitos creditórios (FIDC). A empresa buscará uma captação inicial de R$ 600 milhões, que pode chegar a R$ 1,5 bilhão. Do mesmo setor, Magazine Luiza (MGLU3) subia 0,56%.

Vale (VALE3), CSN Mineração (CMIN3) e CSN (CSNA3) subiam 0,74%, 0,52% e 1,18%, respectivamente. O contrato do minério de ferro mais negociado em Dalian encerrou o dia com alta de 1,03%, a 935 iuanes a tonelada.

*Com Reuters

Estagiária
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.