Sobe-e-desce da Bolsa

Ibovespa: GPA (PCAR3) dispara, enquanto Usiminas (USIM5) estende ganhos; veja destaques

31 out 2023, 13:05 - atualizado em 31 out 2023, 13:05
Ibovespa
Ibovespa: as mineradoras se valorizavam na sessão (Imagem: Kaype Abreu/Money Times)

Ibovespa (IBOVcomeçou o dia mal, mas passou a avançar nesta terça-feira (31), com o mercado à espera da Super Quarta, quando o Federal Reserve e o Banco Central anunciam a decisão sobre juros. Por volta de 12h55, o principal índice da Bolsa brasileira subia 0,66%, a 113.278 pontos.

No mesmo horário, GPA (PCAR3) disparava 6,59% e liderava altas após reportar lucro líquido das operações continuadas de R$ 809 milhões, revertendo prejuízo de R$ 229 milhões no mesmo período do ano passado.

Usiminas (USIM5), que foi a maior alta do último pregão, estendia os ganhos subindo 4,15%.

Em seguida vinha Ambev (ABEV3), valorizando 3,80% após entregar resultados melhores no terceiro trimestre do ano, mas analistas avaliam que este não é o único motivo para ter a ação na carteira.

CSN (CSNA3), CSN Mineração (CMIN3) e Vale (VALE3) tinham dia positivo em avanço de 2,35%, 2,37% e 1,13%, respectivamente. Na bolsa de Dalian, o minério de ferro encerrou o dia com alta de 0,34%, a 898,5 iuanes.

  • Intelbras (INTB3) derretendo: Aviso para sair ou oportunidade para comprar? Confira o que fazer com as ações agora no Giro do Mercado desta terça-feira (31), é só clicar aqui para assistir:

Baixas do Ibovespa

As baixas do dia não eram tão expressivas, com Braskem (BRKM5), que foi maior destaque negativo na véspera, liderando com perda de 1,03%.

Bradesco (BBDC4) vinha em seguida, recuando 0,92%, junto com BTG Pactual (BPAC11) e Magazine Luiza (MGLU3), em quedas de 0,88% e 0,73%, respectivamente.

Petrobras (PETR4) recuava 0,71%. Do mesmo setor, Prio (PRIO3) e 3R Petroleum (RRRP3) não seguiam o mesmo ritmo e valorizavam 2,18% e 2,91%, respectivamente.

*Com Reuters

Estagiária
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin
Graduanda em jornalismo pela Universidade Estácio de Sá. Tem experiência cobrindo mercados, ações, investimentos, finanças, negócios, empreendedorismo, franquias, cultura e entretenimento. Ingressou no Money Times em 2021.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.