Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

IFIX salta 1,22% com possível acordo entre Guedes e Lira para fim da tributação de fundos imobiliários

12/07/2021 - 17:16
Imóveis, prédios, fundos imobiliários, São Paulo, avenida Paulista
A proposta da reforma previa a tributação de 15% sobre os ativos, antes isentos

O IFIX, índice que reúne fundos imobiliários na B3, sobe 1,22% na sessão desta segunda-feira (12) após o portal Poder 360 informar que o ministro Paulo Guedes e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, chegaram a um acordo para não tributar os fundos imobiliários.

Segundo a reportagem, a alteração será publicada nesta semana, em novo relatório da Reforma Tributária que está sendo feito pelo deputado Celso Sabido (PSDB-PA).

A proposta da reforma previa a tributação de 15% sobre os ativos, antes isentos. Em junho, o mercado de fundos imobiliários caiu 2,2%, a maior desvalorização mensal dos últimos 11 meses, após a entrega do texto.

Inúmeras entidades do setor, como a Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), protestaram contra o projeto, afirmando que a proposta iria prejudicar o financiamento imobiliário.

Analistas já afirmavam que a reforma poderia passar por mudanças, o que não foi suficiente para derrubar os ativos.

Em junho, somente 28% dos 198 fundos imobiliários que foram negociados na B3 tiveram retornos positivos.

“O trâmite até a aprovação da Reforma é longo e, portanto, diversas alterações ao texto original são esperadas”, argumentou o Itaú.

Já no acumulado de 2021 até o final de junho, 50 FIIs de um total de 180 tiveram performance positiva.

Oportunidade

Mesmo com a reforma, os fundos imobiliários continuam atraentes, destaca o Itaú em relatório enviado a clientes.

Isso porque, nos preços atuais, as cotas dos FIIs são negociadas a preços significativamente inferiores ao valor patrimonial. Na média, esse desconto está em 7%, sendo os segmentos de escritórios e shoppings os mais descolados no momento, calcula.

Em relação à rentabilidade dos dividendos, afirma o BBA, a mediana do dividend yield dos FIIs que compõem o índice IFIX está em 8,4% ao ano, o que equivale a um prêmio de 4,27 pontos percentuais em relação ao Tesouro IPCA+ de 2035. A título de comparação, a média histórica é de um prêmio de 3 pontos percentuais.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 12/07/2021 - 17:24

Cotações Crypto
Pela Web