Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Infraestrutura europeia está em “alto risco” por mudanças climáticas, diz estudo da ONU

25/02/2020 - 17:28
União Europeia Bandeira
O estudo examina como que mudanças mais lentas, como o aumento das temperaturas, podem fazer com que trilhos de ferrovias fiquem deformados (Imagem: Unsplash/@randycolasbe)

Os países europeus precisam investir para preparar suas infraestruturas de transporte para os impactos das mudanças climáticas ou enfrentarão centenas de milhares de dólares em custos com reparos, segundo um estudo de uma comissão regional da Organização das Nações Unidas que é considerado o primeiro do tipo.

O estudo, conduzido ao longo de quatro anos por um grupo de especialistas da Comissão Econômica das Nações Unidas para a Europa (UNECE) e lançado nesta terça-feira, mapeia seções de infraestruturas e as sobrepõe a projeções de dados climáticos.

A UNECE tem 56 membros, mas o estudo foca principalmente na Europa continental.

Ele examina como eventos ambientais extremos como deslizamentos de terra e enchentes podem derrubar pontes, mas também como mudanças mais lentas, como o aumento das temperaturas, podem fazer com que trilhos de ferrovias fiquem deformados.

“A adaptação de infraestruturas de transporte às mudanças climáticas recebeu pouquíssima atenção até agora e é justamente isso que queremos mudar com este estudo”, disse o porta-voz da UNECE, Jean Rodriguez, referindo-se ao relatório de 199 páginas intitulado “Impactos das Mudanças Climáticas e Adaptação de Redes Internacionais de Transporte”.

Questionado sobre as projeções de custo em caso de danos, ele disse: “não são apenas alguns milhões aqui ou lá. São centenas (de milhões)”.

Ele disse que duas das principais áreas vistas como mais vulneráveis aos impactos das mudanças climáticas são os portos do Mar do Norte e a infraestrutura de estradas e ferrovias ao longo do Mediterrâneo.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Diana Cheng - 25/02/2020 - 17:28