Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

IRB sobre Warren Buffett: “queremos entender esse caso no detalhe”

05/03/2020 - 11:30
Palavra final: Berkshire Hathaway, a gestora de Buffett, não quer saber do IRB (Imagem: wh.gov)

Embora o gatilho para a forte queda das ações do IRB (IRBR3), nesta quarta-feira (4), tenha sido a negativa pública, por parte da gestora de Warren Buffett, de que invista na resseguradora brasileira, pouco se falou do caso na teleconferência com analistas realizada nesta manhã (5).

Na única oportunidade em que tocou no assunto, ao ser questionado por um dos analistas que participaram, o presidente interino do conselho de administração, Pedro Guimarães, foi suscinto. Ele negou que o conselho soubesse dos investidores e evitou qualquer declaração direta sobre o caso.

“Ontem foi um dia intenso”, disse. “Queremos entender, no detalhe, essa questão”, acrescentou.

Como se sabe, o caso começou com uma notícia veiculada pelo jornal O Estado de S.Paulo, no fim de fevereiro, que afirmava que a Berkshire Hathaway, gestora de Buffett, havia elevado sua posição como acionista do IRB no mês passado.

O jornal informava, ainda, que o aumento do interesse de Buffett pela companhia brasileira levou, inclusive, à nomeação da advogada Márcia Cicarelli, representante da gestora no país, teria sido indicada para o conselho fiscal do IRB, como um gesto de aproximação.

Sob a lupa

“O conselho não sabia [da participação da Berkshire ou da indicação de Cicarelli]. Não discutimos o perfil dos acionistas e ficamos surpresos com a negativa [da gestora de Buffett]”, afirmou Guimarães aos analistas. “Queremos entender todo o processo”, completou.

IRB Brasil
À espera de explicações: o mercado – e  direção do IRB – querem saber o que aconteceu no “diz-que-me-diz” sobre Buffett (Imagem: Facebook)

A polêmica foi alimentada pelo Estadão e por alguns analistas de mercado. Após a negativa de Buffett, o jornal publicou um texto afirmando que obtivera a informação a partir de uma lista de investidores divulgada pela diretoria do IRB.

Já analistas, como os da Eleven Financial, afirmaram que, durante uma teleconferência na última semana, a direção do IRB admitiu um relacionamento próximo com Ajit Jain, homem de confiança de Buffett.

O novo vice-presidente financeiro e de relações com investidores, Werner Süffert, nomeado na noite de ontem, e que participou da teleconferência desta manhã, afirmou que manterá o mercado informado sobre os avanços da investigação.

O mercado ainda não sabe se gostou, ou não, do que ouviu. Na abertura desta quinta-feira (5), as ações do IRB subiram com força, na contramão do Ibovespa.

Agora, contudo, operam em queda. Por volta das 11h20, os papéis recuavam 0,79% e eram negociados a R$ 18,90. Já o Ibovespa descia 1,87%, para 105.218 pontos.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!

Última atualização por Márcio Juliboni - 05/03/2020 - 11:30