Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Latam Airlines Brasil entra no pedido de recuperação judicial do grupo chileno

09/07/2020 - 7:49
Latam
A dívida da Latam Brasil chega a R$ 7 bilhões (Imagem: Reuters/Ivan Alvarado)

Agora nem as operações da Latam Airlines no Brasil ficaram de fora do processo de recuperação judicial, já que a companhia aérea protocolou o pedido nesta quinta-feira (9), junto à corte de Nova York, nos Estados Unidos.

É a primeira empresa brasileira a recorrer ao chamado Chapter 11, legislação norte-americana que garante proteção temporária a credores para permitir a restruturação da companhia.

No final de maio, o grupo Latam já havia recorrido a esse mecanismo legal para salvar suas operações e de subsidiárias em países da América Latina, como: Chile, Colômbia, Equador e Peru.

Na época, o o presidente da aérea explicou que “implementaram uma série de medidas difíceis para mitigar o impacto dessa disrupção sem precedentes na aviação, mas, no fim das contas, esse caminho é a melhor opção para estabelecemos as bases certas para o futuro do nosso grupo de companhias aéreas”.

Segundo o comunicado divulgado, a empresa afirma que manterá negociações com o Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES), para obter fôlego de caixa que a permita saldar sua dívida, alçada em R$ 7 bilhões.

A Latam Brasil corresponde a 50% das operações do grupo, sediado no Chile, e 14% do passivo total. A empresa não é uma exceção, já que o setor aéreo como um todo foi severamente prejudicado pelos efeitos danosos da pandemia de coronavírus.

Se a recuperação judicial chegasse ao Brasil?

Gol GOLL4
A Gol tende a balançar mais com o pedido de recuperação da Latam (Imagem: Unsplash/@claudiolcastro)

Já considerando o cenário em que o pedido de recuperação judicial da Latam abrangesse suas operações no Brasil, o Money Times publicou uma análise sobre quais seriam os impactos e qual companhia poderia se chamuscar mais.

Com base em um relatório da XP Investimentos, a principal empresa afetada seria a Gol (GOLL4) já que as rotas domésticas da Latam no Brasil têm uma alta sobreposição com as rotas da brasileira.

“Em um cenário em que as rotas domésticas no Brasil sejam reajustadas, esperaríamos um impacto mais direto para a Gol”, enfatiza a equipe da corretora.

Para ficar a par da situação do setor aéreo, confira uma matéria do Money Times que revela mais 10 companhias que estão por um fio.

Confira o pedido de recuperação judicial (em inglês):

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Simões - 09/07/2020 - 8:10