Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Mercado continua tenso, e B3 mantém queda acima de 15% na reabertura

Márcio Juliboni
12/03/2020 - 12:41
B3 B3SA3 Ibovespa
Tensão: pausa de uma hora não amenizou temor dos investidores e B3 segue em baixa (Imagem: Patricia Monteiro/Bloomberg)

A B3 reabriu as negociações às 12h12, após ativar o circuit breaker duas vezes na manhã desta quinta-feira (12). A pausa de uma hora no pregão, contudo, não amenizou os ânimos. Na reabertura, o Ibovespa acelerou ligeiramente a queda. Por volta das 12h27, o índice recuava 15,77%, para 71.741 pontos.

O tombo era um pouco maior que os 15,43% que detonaram a segunda interrupção das negociações, às 11h12. Antes, a sessão já havia parado por 30 minutos, entre as 10h22 e 10h51, após o Ibovespa cair 11,65%.

Segundo as normas da B3, o circuit breaker só será acionado novamente, hoje, se a queda se intensificar para 20%. Se isto ocorrer, o pregão será suspenso por tempo indeterminado.

Bola cantada

O mercado já aguardava um novo circuit breaker, diante da queda das bolsas asiáticas e europeias nesta quinta-feira (12), que operam pressionadas pelo avanço do coronavírus. Dois fatores azedam o humor dos investidores hoje.

O primeiro é a continuidade da reação dos mercados à declaração, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de que o coronavírus se transformou numa pandemia. Na prática, isso significa que a organização reconhece que a expansão da doença está fora de controle e atinge praticamente todos os países.

O segundo é o discurso do presidente dos EUA, Donald Trump, na noite de ontem. A Casa Branca determinou a suspensão, por 30 dias, de todos os voos oriundos da Europa. A medida começa a valer nesta sexta-feira.

Semana vermelha

Esta é a terceira interrupção do pregão da bolsa brasileira nesta semana. A primeira ocorreu na segunda-feira (9), em resposta à briga entre russos e árabes pelo controle do mercado mundial de petróleo.

Como se sabe, os árabes propunham que a Opep, cartel de países produtores da commodity, cortasse a produção para adequá-la à queda da demanda causada pelo coronavírus. A Rússia, contudo, não concordou com a medida e sinalizou que manteria seu ritmo.

A segunda interrupção aconteceu ontem (11), após a OMS declarar que o novo vírus se transformou em pandemia. O anúncio foi feito por volta das 13h (horário de Brasília). Em resposta, as ações aceleraram a queda e o circuit break foi acionado às 15h14.

Última atualização por Márcio Juliboni - 12/03/2020 - 14:08

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web