Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

O ciclo de alta das commodities não acabou e estas ações ainda prometem, avalia BTG

17/06/2021 - 15:38
Minério de ferro Mineração
Apesar da queda, o setor ainda continua atraente e com boas ações, aponta o BTG Pactual (Imagem: Pixabay/sarangib)

A recente queda dos preços do minério após tocar em máximas recordes assustou parte dos investidores.

Apesar do tombo, o setor ainda continua atraente e com boas ações, aponta o BTG Pactual em relatório enviado a clientes nesta quinta-feira (17).

“Entendamos o debate do ciclo de pico e assumimos que os preços das commodities podem se estabilizar no segundo trimestre, mas acreditamos que os investidores parecem estar subestimando o valor do reequilíbrio do fluxo de caixa”, apontam os analistas Leonardo Correa e Caio Greiner.

Eles afirmam que embora a demanda chinesa tenha caído, a base atualmente é tão alta que a demanda incremental é muito semelhante ao ciclo anterior.

Além disso, algumas commodities podem enfrentar aumentos significativos na demanda à medida que a China avança com seus esforços de descarbonização.

“Em outras palavras, os preços devem permanecer bem acima das curvas de custo por muitos anos, sustentando o FCF (fluxo de caixa livre) com alto rendimentos para o setor a médio prazo”, apontam.

CSN
No caso da CSN Mineração, o BTG argumenta que a empresa nasceu com dívida zero (Imagem: Divulgação/CSN)

E o que comprar?

Para eles, a Vale (VALE3) tem tido sucesso em corresponder às principais preocupações dos acionistas nos últimos meses, como dividendos e ESG.

“Mesmo assumindo uma correção de 40% para os preços do ferro em 2022 (US$ 130 por tonelada), a Vale ainda estaria negociando a 3 vezes o EV/EBITDA (valor da empresa) em  2022, que consideramos excessivamente descontados”, dizem.

A mineradora é favorita do BTG no setor.

Outra empresa citada pela corretora é a CSN (CSNA3), que disparou nos últimos meses e registrou lucro de três cifras no primeiro trimestre.

“Continuamos a ver valor no nome, com a CSN bem posicionada para se beneficiar de fortes ventos favoráveis ​​em seus negócios de minério de ferro e aço, negociando a um atraente 3x EV / EBITDA em 2022”, pontuam.

No caso da CSN Mineração (CMIN3), os analistas argumentam que a companhia nasceu com dívida zero.

“A gestão está se orientando para agressivos pagamentos de dividendos à frente (80-100% de pagamento)”, argumentam.

Os analistas também lembram da Usiminas (USIM5), que continuará surpreendendo positivamente o mercado em suas divisões de aço e ferro e minério.

“Acreditamos que o rebalanceamento da estrutura de capital ainda está mal precificado pelo mercado”, pontuam.

Minério de ferro avança na China

Os preços das matérias-primas siderúrgicas na China avançaram nesta quinta-feira, apoiados por dados que indicaram uma produção mensal recorde de aço e após o país ter afirmado que vê espaço para um maior crescimento na demanda.

A maior fabricante de aço do mundo produziu 99,45 milhões de toneladas do produto bruto em maio, de acordo com dados do departamento local de estatísticas.

Em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira, um porta-voz do órgão estatal de planejamento disse que, com o desenvolvimento da economia chinesa, a demanda por aço ainda tem espaço para crescer durante o 14º Plano Quinquenal do país.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Renan Dantas - 17/06/2021 - 15:44

Pela Web