O que aconteceu com a Shiba Inu Coin? Saiba mais para não sair no prejuízo

Leonardo Rubinstein Cavalcanti
06/10/2021 - 16:48
Shiba Inu Coin
A tendência da Shiba Inu Coin agora é de correção, e deve deixar alguns investidores que a compraram no topo no prejuízo. (Imagem: Unsplash/Jae Lee)

O termo “Fear of missing out”, carinhosamente apelidado de FOMO, significa medo de perder uma oportunidade. É um conceito que existe em todo mercado.

Porém, o volume e a volatilidade do mercado de criptomoedas são características que tornam esse sentimento bem perigoso financeiramente.

O FOMO refere-se ao medo de perder alguma oportunidade de lucro que parece certa, ou exponencial. Quando uma criptomoeda menor (“altcoin”) dispara, é necessário entender o porquê deste movimento estar acontecendo.

Muitas vezes, ocorreu um boato sobre certa moeda, ou sobre algum projeto, o que atraiu investidores. Mas não se engane, o movimento natural visto pelo mercado é de correção.

Assim que subir muito, alguns investidores tendem a vender parte de suas reservas da criptomoeda para obterem seus lucros, fazendo com que o preço da moeda caia e corrija ao seu valor justo.

Aquele que comprou a preços altos, por FOMO, está sujeito a vivenciar a queda da moeda com ela ainda em mãos e pode “morrer na praia” esperando ao menos recuperar o que investiu para poder sair do projeto. 

Normalmente, essa supervalorização acontece em escala maior com criptomoedas menores apelidadas de “altcoins”. Quando uma altcoin vale centavos de dólar, é mais fácil adquirir centenas dela e vender a quantia por um valor mais alto, caso atinja cerca de US$ 1, ou um pouco mais. 

Por isso, a atenção a ser dada no suprimento máximo da moeda é algo a ser priorizado. A altcoin que tiver um suprimento baixo em circulação é facilmente manipulada com a compra e venda de grandes quantidades.

Alguns movimentos de FOMO são iniciados devido a boatos que mexem com o mercado. O objetivo dos investidores quando isso acontece é de “buy the rumor, sell the news”, ou “comprar o boato e vender a notícia”.

O caso recente de um movimento semelhante com o descrito acima foi a valorização de 136,4% em dois dias da moeda Shiba Inu Coin (SHIB).

Além da notícia de que ela seria listada na corretora Robinhood, o bilionário Elon Musk postou em sua página no Twitter uma foto de seu cachorro, da raça Shiba Inu (mesma raça que estampa o símbolo da criptomoeda).

Nesse caso, a moeda comentada pelo dono da Tesla é considerada uma “memecoin”, ou moeda de meme, que não apresenta um projeto útil ao mercado cripto.

Entretanto, o movimento de subida garantiu um enorme faturamento para aqueles que possuíam a moeda desde o começo, e aqueles que obtiveram, ou ainda vão obter, seus lucros saíram ganhando.

A tendência da Shiba Inu Coin agora é de correção, e deve deixar alguns investidores que a compraram no topo no prejuízo.

O problema com esse tipo de movimento é a baixa quantidade de hodlers (investidores de longo prazo) que possuem essa criptomoeda. Grande parte busca um lucro a curto prazo, o que deixa o preço instável.

O mesmo acontece com o bitcoin, mas em escala menor. Quando ele valoriza muito, é esperado que haja uma correção feita a partir da venda de grandes quantias por parte dos investidores de curto prazo.

Última atualização por Leonardo Rubinstein Cavalcanti - 07/10/2021 - 18:42

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web