Análise Técnica

O que pode acontecer com o Ibovespa (IBOV), caso queda continue?

13 jun 2024, 14:00 - atualizado em 13 jun 2024, 14:01
ibovespa análise técnica do índice Itaú BBA
Caso o Ibovespa continue operando abaixo dos 120.000 pontos, é possível que o Índice alcance o patamar dos 111.600 (Imagem: Pixabay)

Desde esta quarta-feira (12), o Ibovespa (IBOV) está mais do que nunca no radar dos investidores. O índice, que continuamente renova suas mínimas, chegou ao patamar dos 119.420 pontos durante esta quinta-feira (13).

Entre as razões para a queda acentuada, estão a decisão do Federal Reserve (Fed) em não cortar a taxa de juros dos Estados Unidos (EUA), apesar do reconhecimento de que a inflação no país está mais branda, e do processo de fritura do atual ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

A visão é de que o ministro está perdendo apoio, enfrentando uma oposição que tem como nomes Rui Costa, o ministro da Casa Civil. Haddad tem dificuldades em aprovar projetos como desvincular os benefícios temporários do INSS do salário mínimo e os gastos obrigatórios com saúde e educação do aumento das receitas.

Além disso, a devolução da Medida Provisória (MP) que previa a restrição da compensação de créditos do PIS/Cofins pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, adicionou mais um capítulo à história que evidencia a dificuldade do governo em aprovar projetos que ajudem a controlar os gastos do governo.

Sob diversas tensões, a visão de um Brasil sem equilíbrio fiscal respingou no Ibovespa e formou um cenário pessimista para o IBOV.

O que pode acontecer com o Ibovespa?

Para Fábio Perina, Lucas Piza e Igor Caixeta, do Itaú BBA, caso o índice continue sua movimentação abaixo dos 120.000, é possível que ele rompa o suporte e atinja sua mínima observada em outubro de 2023, os 111.600 pontos.

Do outro lado, caso ele rompa a resistência inicial em 122.400 pontos, o índice poderá chegar aos 126.500.

Para o Itaú BBA, “o momento é de cautela no curto prazo, pois o cenário de quedas mais acentuadas à frente existe e aumentou a probabilidade”.

“O ambiente externo, até o momento, não conseguiu contribuir para um avanço do Ibovespa. Assim, o cenário de longo prazo para o índice, por enquanto, fica sob revisão”, complementam os analistas.

Estagiária
Jornalista em formação pela Universidade de São Paulo (ECA-USP). Apaixonada pela escrita e pelo audiovisual, ingressou no Money Times em 2023.
Linkedin
Jornalista em formação pela Universidade de São Paulo (ECA-USP). Apaixonada pela escrita e pelo audiovisual, ingressou no Money Times em 2023.
Linkedin
Giro da Semana

Receba as principais notícias e recomendações de investimento diretamente no seu e-mail. Tudo 100% gratuito. Inscreva-se no botão abaixo:

*Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.