Parceria entre FTX e Circle visa melhorar o suporte à stablecoin USDC

14/05/2021 - 15:10
U.S. Dollar Coin (USDC) é a segunda maior criptomoeda do mercado, atrás de tether (USDT) (Imagem: Circle)

Nesta sexta-feira (14), a corretora cripto FTX anunciou que irá impulsionar o suporte para a U.S. Dollar Coin (USDC) por meio de uma parceria com a Circle, cocriadora da stablecoin.

De acordo com o Decrypt, a parceria permitirá que clientes da FTX, bem como os de sua subsidiária Blockfolio, usem transferências bancárias comuns, via depósito ou usem seus cartões de débito e crédito para enviar saldos a suas contas e ter seus fundos imediatamente firmados em USDC.

Assim, usuários poderão transferir a stablecoin nos blockchains Ethereum e Solana.

USDC é uma stablecoin lastreada em dólar, ou seja, é valorada a US$ 1. Circle a criou em conjunto com a corretora Coinbase em setembro de 2018 e é gerenciada pelo consórcio chamado CENTRE.

A stablecoin é registrada com a Rede de Combate a Crimes Financeiros (FinCEN) e auditada pela Grant Thornton.

“A Circle tem sido uma pioneira em fazer fiduciárias funcionarem em blockchains por quase oito anos e desenvolveu grandes recursos para facilitar pagamentos em cripto”, afirmou Sam Bankman-Fried, CEO da FTX.

USDC possui muitas adversárias lastreadas ao dólar americano, como gemini dollar (GUSD), trueUSD (TUSD) e paxos (PAX). A maior stablecoin do mercado é Tether (USDT), com uma capitalização de mercado de quase US$ 60 bilhões. Já USDC possui quase US$ 11 bilhões em circulação.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 14/05/2021 - 15:10

Pela Web