Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Petrobras (PETR4) eleva preço do querosene de aviação em 3,9%, diz Abear

05/07/2022 - 19:46
Petrobras
O aumento acontece em meio a um movimento do governo federal e dos Estados para redução de impostos no intuito de pressionar os preços nas bombas (Imagem: Bloomberg)

A Petrobras (PETR4) promoveu mais um aumento no preço médio do querosene de aviação (QAV), agora em torno de 3,9%, nos pontos de abastecimento da estatal, segundo a associação que reúne as empresas aéreas brasileiras Abear.

Na unidade de Paulínia (SP), o QAV passou a custar 5.853 reais por metro cúbico em julho, ante 5.631 reais em junho, conforme dados da entidade.

Em Duque de Caxias (RJ), cidade próxima ao terminal do aeroporto internacional Galeão, o valor do combustível foi para 5.812 reais por metro cúbico, contra 5.597 reais no mesmo comparativo. Em Betim (MG), o preço saiu de 5.679 reais para 5.902 reais.

No acumulado de janeiro a julho, o QAV avançou 70,6%. Em todo o ano passado, o combustível usado por aeronaves teve uma expressiva alta de 92%.

O aumento acontece em meio a um movimento do governo federal e dos Estados para redução de impostos no intuito de pressionar os preços nas bombas.

Para o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, a redução de ICMS incidente sobre combustíveis, que também alcança o querosene de aviação, tem impacto pequeno sobre o valor do QAV.

“Hoje, mais de 40% do valor do bilhete (passagem aérea) é só para pagar o custo do bilhete e daqui a pouco chega em 45%. Antes, era um terço do valor da tarifa”, afirmou o executivo à Reuters.

“É uma alta absurda e uma pressão enorme que acaba no preço da tarifa justamente em um momento em que as pessoas não recuperaram a capacidade de consumo e as empresas não recuperaram a capacidade de investimento”, acrescentou ele.

O presidente da Abear ainda fez críticas severas à política de paridade de preços adotada pela Petrobras.

“Política de paridade internacional é algo que não existe nesse mercado de QAV, visto que 90% é produzido aqui no país. Mas cobram como se o QAV tivesse sido importado, viajado milhas e milhas, cobra-se frete, logística, estoque, perda, seguro e muito mais”, disse.

Procurada, a Petrobras não respondeu de imediato a um pedido de comentários.

Siga o Money Times no Linkedin!

Fique bem informado, poste e interaja com o Money times no Linkedin. Além de ficar por dentro das principais notícias, você tem conteúdo exclusivo sobre carreira, participa de enquetes, entende sobre o mercado e como estar à frente no seu trabalho. Mas não é só isso: você abre novas conexões e encontra pessoas que são uma boa adição ao seu network. Não importa sua profissão, siga o Money Times no Linkedin!

Última atualização por Rafael Borges - 05/07/2022 - 19:46

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto