Por que gastar US$ 70 milhões em uma arte digital?

28/03/2021 - 11:00
Em entrevista ao podcast Unchained, MetaKovan explica por que gastou uma quantia considerada, por muitos, como absurda em uma arte digital (Imagem: Metapurse/Divulgação)

Laura Shin, jornalista e apresentadora dos podcasts Unchained e Unconfirmed, entrevista MetaKovan, o pseudônimo comprador da coleção digitalEverydays: The First 5000 Days”, feita pelo artista Beeple, por US$ 69,4 milhões.

A coleção, considerada como um token não fungível (NFT), ou seja, um ativo digital que garante direitos exclusivos e imutáveis a seu comprador, foi o grande destaque recente nas redes sociais.

De início, Laura pergunta a ele por que fez isso, já que é uma arte digital que pode ser visualizada por qualquer pessoa na internet.

MetaKovan explica que está envolvido nesse mercado desde 2017 e, desde então, sempre considerou a forma em que esses artistas se tornarão mais valiosos no futuro e que não fez uma aposta na quantia exata da arte de Beeple, mas sim uma aposta em como ele será o artista desta geração.

Ele explica que a relevância de um artista é possível ao entender o mercado de NFTs, sua escassez, e não apenas considerar a obtenção de dinheiro. Ele afirmou ter se inspirado na perseverança de Beeple em criar uma arte única durante cinco mil dias.

Laura pergunta o que ele realmente comprou com esses quase US$ 70 milhões. MetaKovan considera NFTs dez vezes melhores que artes físicas.

Ela pergunta como ele conseguiu ganhar dinheiro com cripto, já que, em outra entrevista, ele afirmou ter entrado nesse mercado sem nada.

Em 2013, a natureza aberta da comunidade cripto permitiu que várias pessoas enriquecesse, e não apenas cinco empresários. Estando no dia a dia do mercado, ele entende as tendências e se mantém atualizado sobre o que está acontecendo.

Ele explica o processo de criação do MetaPurse, fundo cripto para promover artistas de NFTs que tenham histórias únicas para contar.

Recentemente, foi revelado que MetaKovan havia sido o grande comprador da arte de Beeple e, em entrevista ao Decrypt ao 2020, ele explicou:

Eu não acredito que realmente exista um limite máximo para o quanto se deveria pagar [por um NFT]. Mas eu acredito que haverá alguém que criará um NFT muito exclusivo, algo que captura a imaginação. Estarei lá nesse leilão.

E de fato esteve. MetaKovan mora em Cingapura e, além da obra de Beeple, ele havia adquirido um carro de corrida de um jogo blockchain por US$ 100 milhões.

Em um comunicado de imprensa, MetaKovan afirmou que a arte de Beeple “Everydays: The First 5000 Days” valia US$ 1 bilhão.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 24/03/2021 - 15:35

Pela Web