Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Entenda sobre a mais recente febre do setor cripto: tokens não fungíveis (NFTs)

13/03/2021 - 11:00
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Em artigo da série “Explique para mim como se eu tivesse cinco anos” (ELI5), Ty Young e Mason Nystrom, da Messari, falam sobre a grande febre dos NFTs (Imagem: Crypto Times)

Recentemente, seu feed sobre cripto no Twitter deve ter sido inundado por publicações de Gary V, Grimes, Jake Paul, Chamath Palihapitiya e Mark Cuban sobre uma nova tendência chamada NFTs.

O valor total das transações com NFTs quadruplicou para US$ 250 milhões em 2020, segundo um estudo por L’Atelier e site NonFungible.

Os principais projetos NFTs por volume total em vendas secundárias (Imagem: CryptoSlam, Messari)

O que são NFTs? Por que existe uma febre especulativa em torno deles? Por que milhões de dólares estão sendo gastos em obras individuais de arte, cards negociáveis e mais?

Neste artigo, analisamos o que são NFTs, como funcionam, por que são importantes, seus casos de uso e quais são suas aplicações bem-sucedidas sendo utilizadas hoje.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

O que são NFTs?

A sigla NFT significa token não fungível. É mais fácil pensar em NFTs como um formato de arquivo.

Pessoas usam formatos de arquivos — como JPEG, PNG ou GIF — para transferir informações ou valores na internet. NFTs são um formato de arquivo que transfere dados e valor em redes blockchain, como a Ethereum.

Por existirem em blockchains, esses tokens (ou arquivos) contêm características parecidas com as do bitcoin (BTC), como a governança essencialmente digital (um token na carteira de uma pessoa) e transparência (toda a atividade é registrada no blockchain).

O termo “não fungível” se refere ao conceito de fungibilidade. Um bem é considerado fungível se for idêntico e cambiável. Por exemplo, um dólar vale um dólar. Você pode trocar dólares com quem concordar que dólares sempre têm o mesmo valor.

Por outro lado, um item é considerado não fungível se for único. Muitos itens são não fungíveis, como diamantes, casas e cards de baseball.

Nenhum desses itens é o mesmo, pois diamantes têm diferentes cores e cortes, enquanto casas, mesmo em subúrbios, têm diferentes localizações, que afetam como a iluminação chega na casa.

Um NFT é basicamente um token (ou pedaço de informação) exclusivo. Um exemplo comum de um NFT pode ser um card digital e negociável ou uma obra de arte digital.

Características de um NFT

Embora NFTs sejam principalmente uma forma de transferir informações (dados), fornecem diversos benefícios porque são criados em redes blockchains.

Embora o valor de um NFT possa variar em relação à forma como é usado, esses tokens fornecem as seguintes características:

incomparáveis – a marca de tokens não fungíveis é que são únicos e isso pode ser verificado no blockchain;

permanentes – NFTs têm informações e dados permanentes, armazenados no token. Essa informação pode incluir uma mensagem, imagem, música, assinatura ou qualquer outro tipo de dado;

programáveis – um NFT é apenas um pedaço de código em um blockchain. Isso significa que pode ser programado para possuir diversas qualidades. Uma das qualidades mais úteis de NFTs até hoje é que direitos autorais podem ser programados (ou integrados) aos tokens. Assim, um artista obtém direitos autorais em todas as vendas secundárias de sua arte;

apermissionados – NFTs podem ser usados de diversas formas se existirem em um blockchain apermissionado, como a Ethereum (pois nem todos os NFTs estão nessa rede). Por exemplo, Sorare (um jogo de cards de esporte negociáveis) possui jogos externos (não desenvolvidos pela equipe da Sorare) que usam os cards da plataforma;

governança digital – quem quer que possua um NFT em sua carteira, possui e controla o NFT. Ativos digitais, como nomes de domínio (Google.com), não são necessariamente pertencentes à Google, e sim a intermediários, como GoDaddy ou Verisign, mesmo ao controlarem os direitos sobre o ativo.

Essas qualidades dão autonomia a diversos casos de uso para NFTs.

Como criar um NFT?

Rarible é uma das principais plataformas para criadores de NFTs dos mais diversos tipos (Imagem: Twitter/Rarible)

Agora que sabemos o que são NFTs, como podemos criar um?

Qualquer um pode criar um ativo exclusivo seguindo alguns passos simples.

1) Primeiro, você irá começar a organizar sua mídia para decidir o que você quer que seu NFT seja. NFTs têm suporte a diversos tipos de arquivos, como visuais (JPG, PNG, GIF etc), de música (MP3 etc.), 3D (GLB etc.) e mais. Quando seu arquivo tradicional estiver pronto, você pode seguir para as próximas etapas.

2) Em seguida, você vai precisar configurar uma carteira Ethereum. Você precisa criar uma carteira digital para poder armazenar, com segurança, as criptomoedas utilizadas na compra, venda e criação de NFTs. A carteira também permite que você assine e crie contas em mercados de NFTs de forma segura.

3) Após você configurar sua carteira Ethereum, você precisará adquirir uma pequena quantia de ether (ETH) para cobrir os custos de criação de seu primeiro NFT. Isso porque existem taxas relacionadas à conversão de seu conteúdo em um NFT em grande parte dos mercados de arte digital.

4) Depois, você precisa conectar sua carteira a um mercado NFT. Um exemplo fácil de se usar é Rarible. Quando você conectar sua carteira, clique no botão “Connect” no canto superior direito da tela. Em seguida, sua conta na Rarible será instantaneamente criada. Agora, você tem tudo o que precisa para criar, emitir e vender seu primeiro NFT.

5) Por fim, envie o arquivo à plataforma e preencha a descrição do ativo. Nesse momento, você poderá decidir se quer criar um ativo individual ou ativos de edição exclusiva (NFTs múltiplos no mesmo lote), a porcentagem de seu direito autoral, o conteúdo desbloqueável e mais. Quando tudo isso estiver pronto, você pode começar o processo de emissão, que exige uma quantia de ether para a aprovação e emissão de transações no blockchain. A emissão de um NFT é como sua arte digital se tornará parte do blockchain Ethereum — uma rede pública de registro que é imutável e inviolável. NFTs são tokens “emitidos” logo na criação. Sua arte digital é representada como um NFT para que possa ser adquirida e negociada no mercado e digitalmente rastreada, pois os donos podem mudar no futuro.

Parte 2 / Parte 3

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Matéria Original: "Explain It Like I Am 5: NFTs"

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 10/03/2021 - 15:23

Pela Web