Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Preço médio de locação residencial avança 0,95% em abril mesmo com a covid-19

19/05/2020 - 7:42
O índice acumula um avanço nominal de 2,86% desde janeiro ante a inflação de 0,2% medida pelo IPCA (Imagem: Reuters/Paulo Whitaker)

O Índice FipeZap de Locação Residencial manteve sua trajetória positiva e avançou 0,95% em abril, apesar dos impactos da covid-19. De acordo com o relatório mais recente, a variação do índice no último mês superou a deflação medida pelo IPCA (IBGE), de 0,31%.

A maioria das capitais monitoradas pelo FipeZap registrou alta nominal no preço do aluguel, sendo Belo Horizonte (2,12%), Florianópolis (1,63%) e São Paulo (1,46%) os principais destaques do período.

Acumulado do ano

O índice acumula um avanço nominal de 2,86% desde janeiro ante a inflação de 0,2% medida pelo IPCA. Fortaleza é a única cidade com variação negativa para o período, de 1,63%. O destaque de alta fica mais uma vez para Belo Horizonte, de 4,46%.

Análise dos últimos 12 meses

O preço de locação residencial subiu 5,29% nos últimos 12 meses, superando a inflação de 2,4% medida pelo IPCA.

Todas as capitais apresentaram avanços nominais, tendo Florianópolis registrado a maior alta acumulada do período, de 12,38%. Rio de Janeiro, por outro lado, mostra avanço de 1,36%, ficando abaixo da inflação oficial.

Preço médio

O preço médio do aluguel das 25 cidades monitoradas em abril encerrou em R$ 30,68/m². Entre as capitais, São Paulo apresentou o valor mais elevado, de R$ 41,11/m², seguido por Brasília, com R$ 31,93/m², e Rio de Janeiro, com R$ 31,03/m².

Rentabilidade

O retorno médio do aluguel residencial, sob base anualizada, avançou 4,85% em abril, mantendo-se superior ao retorno médio projetado para aplicações financeiras de referência.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!

Última atualização por Diana Cheng - 19/05/2020 - 7:42