Processamento da rede Ethereum atinge nova alta em meio ao crescimento do setor DeFi

07/10/2020 - 7:55
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
O novo recorde coincide com a empolgação de mineradores em emitir ETH a protocolos DeFi (Imagem: Freepik/diana.grytsku)

A taxa de hashes — ou poder de processamento — da rede Ethereum atingiu um novo recorde nessa terça-feira (6) em meio ao crescimento contínuo no setor de finanças descentralizadas (DeFi).

A taxa de hashes ultrapassou 254 mil gigahashes por segundo (GH/s) no dia 6 em comparação à alta recorde anterior de 248 mil GH/s em agosto de 2018, segundo o The Block Research. Enquanto isso, o preço do ether (ETH) pairou em torno de US$ 350 no último mês.

Taxa de hashes vs. preço da Ethereum (em dólares) (Imagem: CoinMetrics, TradingView, The Block Research)

A nova alta recorde na taxa de hashes mostra que mais mineradores da Ethereum estão fazendo fila para emitir ETH, que tem um papel central na interação com protocolos DeFi criados na rede. ETH é usado para pagar por taxas de gás (ou custos de transação).

As altas taxas de gás também atraem mais mineradores para a rede, pois os ajuda a obter um lucro maior. Em setembro, pela primeira vez na história da Ethereum, mineradores lucraram mais com taxas de gás do que com recompensas por bloco.

A taxa de hashes mais alta também ajuda a tornar as redes blockchains mais seguras porque se torna mais custoso realizar um ataque de 51%.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 27/10/2020 - 19:54

Cotações Crypto
Pela Web