Produção de açúcar do centro-sul cai 2,8% na 1ª quinzena e etanol tem alta

27/07/2021 - 11:32
Cana de açúcar
A moagem de cana da principal região produtora do país recuou 2,37% na mesma comparação, para 45,6 milhões de toneladas (Imagem: REUTERS/Marcelo Teixeira/File)

A produção de açúcar do centro-sul do Brasil caiu 2,84% na primeira quinzena de julho, para 2,94 milhões de toneladas, acompanhando uma redução da moagem e também um recuo no volume de cana destinado à produção do adoçante, informou a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) nesta terça-feira.

A moagem de cana da principal região produtora do país recuou 2,37% na mesma comparação, para 45,6 milhões de toneladas, segundo a associação da indústria, que relatou que as unidades produtoras destinaram 47,13% da matéria-prima para a produção de açúcar, ante 47,89% no mesmo período de 2020.

Já a produção de etanol do centro-sul do Brasil aumentou 1,17% na primeira quinzena de julho, para 2,16 bilhões de litros, com impulso de 32% da fabricação do biocombustível anidro (misturado à gasolina), para 889 milhões de litros.

A produtividade agrícola, ou o volume de cana por hectare, recuou 14% na primeira quinzena de julho em comparação com o ano anterior, baseado em informação preliminar de 24 usinas.

A Unica afirmou que as informações confirmam uma tendência vista em relatórios anteriores, de menor produtividade este ano.

Além disso, disse que as geadas de junho podem ter contribuído para os menores volumes de cana por hectare, pois algumas usinas tendem a cortar cana antes do planejado se for prejudicada pelo frio.

O grupo afirmou que ainda não está claro o impacto da nova frente fria que atingiu o centro-sul na semana passada, causando dano extensivo para as safras de café, por exemplo.

A produção de açúcar da quinzena veio alinhada com as expectativas.

Uma pesquisa da empresa de serviços de informação S&P Global Platts com dez analistas projetou uma produção de 2,95 milhões de toneladas no período.

Vendas de etanol

Na primeira quinzena de julho, as unidades produtoras do centro-sul comercializaram um total de 1,19 bilhão de litros de etanol, registrando, pela primeira vez na safra, uma retração de 1,2% em relação ao mesmo período de 2020, disse a Unica.

No mercado interno, as vendas de etanol hidratado alcançaram 701,17 milhões de litros na primeira metade de julho, com redução de 6,79% sobre o mesmo período da última safra.

A quantidade comercializada de etanol anidro (misturado à gasolina), por sua vez, registrou aumento de 26,95%, para 468,31 milhões de litros.

(Atualizada às 15:09)

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Rafael Borges - 27/07/2021 - 15:10

Cotações Crypto
Pela Web