Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Fast

Protocolo Compound atinge novos recordes com concessões de empréstimo em cripto

11/03/2020 - 14:48
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Compound é um protocolo algorítmico para desenvolvedores a fim de desbloquear um universo de aplicações financeiras de código aberto (Imagem: Crypto Times)

Compound entrou na jogada em 2019 e, de forma gradual, se tornou uma das maiores plataformas de crédito no setor das finanças descentralizadas (DeFi).

Diferente da MakerDAO, que denomina dívidas na criação de novas unidades de sua stablecoin DAI, Compound é um protocolo de mercado monetário que realiza depósitos a partir de ativos já existentes de possíveis credores.

Também permite que mutuários tomem empréstimos contra esse pool de ativos. Então, a taxa de juros é calculada algoritmicamente baseada na taxa de utilização ou na proporção do pool total do empréstimo.

Em fevereiro, origens diárias dispararam para um nível recorde, atingindo quase US$ 10 milhões.

Infelizmente, para mutuários, esse marco coincidiu a queda do preço do ether — logo depois de mais de US$ 2 milhões serem liquidados em apenas quatro dias para apenas atingir o recorde anterior dias depois, com US$ 1,5 milhão no dia 8 de março.

Concessões de empréstimo diárias na Compound

É interessante destacar que tokens de padrão ERC-20 tiveram quase nenhum juro de empréstimo. No entanto, ZRX (token do protocolo 0x) e REP (da corretora Augur) tiveram grandes altas aleatórias de volume.

Geralmente, esses ativos são emprestados para venda a descoberto e, se for esse o caso, o negociador teria enfrentado grandes perdas já que, em ambos os casos, o preço caiu drasticamente logo após as origens.

Ainda não se sabe o que causou a liquidação dos empréstimos mas, para ZRX, coincidiu com um voto iminente na terceira versão (v3) do protocolo 0x, ou seja, podem ter pegado empréstimo com a intenção de influenciar a votação.

Concessões de empréstimo em ZRX vs. preço
Concessões de empréstimo em REP vs. preço

Embora a dívida total tenha aumentado em 44% esse ano, ainda deve atingir suas altas anteriores.

Grande parte da queda até o fim de 2019 foi resultado da atualização para a DAI de garantias múltiplas, em que usuários liquidaram suas posições como consequência da incerteza inerente a tamanha atualização.

USD Coin (USDC) continua bem estável nos últimos meses, ou seja, é provável que o crescimento na dívida na Compound seja proveniente de DAIs. Atualmente, existem US$ 120 milhões em DAI e é possível que continue a aumentar conforme SAI (DAI de garantia única) seja migrada e Vaults seja retirado.

SAI é a atualização da stablecoin DAI, pois esta última sigla agora se refere às DAI mineradas para o novo sistema de garantias múltiplas. Já Maker Vaults é o componente principal do protocolo da Maker que facilita a geração de DAI contra garantias trancadas.

Dívida total na Compound

O futuro parece brilhante para a Compound, já que o protocolo acabou de passar por uma rodada de financiamento, em que levantou US$ 27,5 milhões. Embora investidores tenham adquirido participação na empresa, podem estar esperando por um meio alternativo de capturarem valor.

Recentemente, a equipe anunciou que irão acrescentar um token (COMP) para acionistas da Compound que, inicialmente, será usado para governança. Não deram mais detalhes sobre os planos para que o token seja usado como investimento.

No entanto, pode facilmente coletar taxas de nível de protocolo e usá-las para devolver valor aos detentores do token.

Isso contrasta com outro protocolo que não possui token: a plataforma de negociação em margem dYdX. A dYdX quer coletar taxas a nível empresarial em vez de apresentar um novo token.

Observar como essas decisões estratégicas e diferentes vão acontecer vai ser crucial para solucionar a viabilidade de modelos comerciais descentralizados.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 11/03/2020 - 14:48