Criptomoedas

‘Rei das criptomoedas’ é condenado por fraude na FTX; veja quanto tempo ele pode ficar preso

06 nov 2023, 12:11 - atualizado em 06 nov 2023, 12:11
Sam Bankman-Fried
Em novembro de 2022, a FTX entrou com um pedido de recuperação judicial. (Imagem: Jeenah Moon/Bloomberg)

O fundador da FTX, Sam Bankman-Fried – também conhecido como o ‘rei das criptomoedas‘ –, foi considerado culpado por fraude contra clientes da corretora, na qual ele roubou US$ 10 bilhões.

O caso é considerado uma das maiores fraudes financeiras já registradas e Bankman-Fried foi condenado em sete acusações. A decisão foi tomada na última sexta-feira (03) após 15 dias de depoimentos, sendo que o rei das criptomoedas se declarou inocente de duas acusações de fraude e cinco acusações de conspiração.

No entanto, a audiência de sentença está marcada para dia 28 de março do ano que vem. Ele pode pegar até 110 anos de prisão.

Entenda a fraude na FTX

Em novembro de 2022, a FTX entrou com um pedido de recuperação judicial e acabou desencadeando um contágio financeiro no mundo das criptomoedas.

A quebra da companhia se deu após um documento vazado apontar para transações financeiras irregulares entre a FTX e outra empresa de Bankman-Fried, o fundo de hedge Alameda Research.

Essa segunda companhia desviava depósitos feitos na FTX para pagar seus próprios credores e fazer empréstimos. Como os depositantes da FTX não tinham um fundo de seguro para compensar os investidores em caso de quebra da corretora, muitos ficaram sem conseguir reaver o dinheiro.

Editora-chefe
Formada em Jornalismo pela PUC-SP, tem especialização em Jornalismo Internacional. Atua como editora-chefe no Money Times e já trabalhou nas redações do InfoMoney, Você S/A, Você RH, Olhar Digital e Editora Trip.
Linkedin
Formada em Jornalismo pela PUC-SP, tem especialização em Jornalismo Internacional. Atua como editora-chefe no Money Times e já trabalhou nas redações do InfoMoney, Você S/A, Você RH, Olhar Digital e Editora Trip.
Linkedin