SEC multa site cripto que ganhava dinheiro em troca da publicação de resenhas positivas

14/07/2021 - 16:32
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Ofertas iniciais de moedas (ICOs), um tipo de IPO do mercado cripto, eram uma febre há alguns anos, pois prometiam (e nem sempre cumpriam) um produto inovador para investidores que aplicassem capital por meio da compra de seu token (Imagem: Freepik/upklyak)

Nesta quarta-feira (14), a Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC, na sigla em inglês) anunciou ter firmado um acordo com a britânica Coinschedule.

Disponível entre 2016 a agosto de 2019, Coinschedule era uma plataforma que avaliava futuras ofertas iniciais de moeda (ICOs), fornecendo perspectivas aparentemente objetivas sobre quais ICOs eram mais ou menos enganadoras.

De acordo com a ordem da SEC:

A plataforma afirmava “listar” ou traçar o perfil de emissores em troca de resenhas mais favoráveis. A falha em não divulgar esses pagamentos viola as cláusulas antidivulgação da seção 17(b) da Lei de Valores Mobiliários.

Porém, os termos do acordo até que são bem compassivos. O operador da Coinschedule, cujo nome não foi divulgado, terá de pagar restituições de lucros e multas que totalizam US$ 200 mil. Além disso, a Coinschedule não admitiu nem negou as acusações da SEC.

Há anos, a SEC está fazendo a limpa após problemas referentes a valores mobiliários resultarem na febre das ICOs. Nomes famosos, incluindo Floyd Mayweather, DJ Khaled e Steven Seagal, se envolveram em problemas jurídicos sobre as mesmas cláusulas antidivulgação.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 14/07/2021 - 16:32

Cotações Crypto
Pela Web