Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

SWIFT e banco central da China criam empresa para “internacionalizar” o yuan

04/02/2021 - 9:01
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
O empreendimento acontece um ano após SWIFT ter fundado uma empresa de propriedade estrangeira na China em uma tentativa de apoiar, de forma mais ativa, a internacionalização do yuan chinês (Imagem: REUTERS/Chris Helgren)

SWIFT, a fornecedora global de serviços de troca segura de mensagens financeiras, junto com o Centro de Compensações e o Instituto de Pesquisa sobre Moedas Digitais do Banco do Povo da China (PBoC), formaram uma empresa de acesso financeiro no país, segundo registros públicos.

A nova empresa, chamada de “Finance Gateway Information Service Limited”, foi registrada em Pequim no dia 16 de janeiro, com € 10 milhões (US$ 12 milhões) de capital de incorporação, de acordo com seu registro comercial.

A organização de compensação global interbancária contribuiu 55% do capital por meio de uma subsidiária de Hong Kong. China National Clearing Center (CNCC), uma subsidiária nacional de compensações completamente detida pelo PBoC, possui 34% da nova empresa.

Enquanto isso, a Cross-border Interbank Payments and Settlement Limited (CIPS), empresa de compensações internacionais da CNCC, e o Instituto de Pesquisa sobre Moedas Digitais do PBoC possuem 5% e 3% da empresa financeira recém-fundada, respectivamente.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

A Payment and Clearing Association of China (PCAC), associação autorregulatória para a indústria de pagamentos, possui os 3% restantes.

Ainda não se sabe, neste momento, qual o escopo do empreendimento porque existem poucas informações disponíveis além do registro.

Com base nesse registro, uma pessoa chamada Huang Meilun atua como representante jurídica da empresa. Existe um total de cinco diretores no comitê.

A conta oficial do SWIFT no WeChat mostra que Huang Meilun, que também atende por Daphne Huang, é a CEO da SWIFT na China. Por outro lado, Cheng Shigang, vice-secretário geral da PCAC, é presidente do comitê.

Os quatro outros diretores incluem três executivos do SWIFT, bem como Mu Changchun, líder do Instituto de Pesquisa sobre Moedas Digitais do PBoC.

O empreendimento acontece um ano após SWIFT ter fundado uma empresa de propriedade estrangeira na China em uma tentativa de apoiar, de forma mais ativa, a internacionalização do yuan chinês, segundo um artigo do China Daily.

Recentemente, a segunda maior economia do mundo realizou diversos testes municipais de sua moeda digital emitida por banco central (CBDCs) nas cidades de Shenzhen e Suzhou.

No total, o país distribuiu cerca de US$ 10 milhões equivalentes ao yuan digital a cidadãos locais para que estes gastassem o dinheiro em mais de 20 mil comércios.

Em dezembro, a Autoridade Monetária de Hong Kong (HKMA) afirmou estar trabalhando com o Instituto de Pesquisa sobre Moedas Digitais do PBoC para explorar compensações e pagamentos internacionais com o yuan digital.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 04/02/2021 - 9:08

Pela Web