Universidade da Pensilvânia recebe US$ 5 milhões em bitcoin de doador misterioso

21/05/2021 - 11:06
A Universidade da Pensilvânia, que também faz parte da Liga de Ivy, afirmou que utilizará o valor da doação para financiar programas ligados à inovação em finanças (Imagem: Twitter/@Penn)

Ontem (20), a Universidade da Pensilvânia informou que sua Wharton Business School recebeu US$ 5 milhões em bitcoin (BTC) de um doador misterioso. Conforme noticiado pelo Decrypt, a instituição utilizará o valor para financiar programas relacionados à inovação no setor de finanças.

A universidade, que começou a aceitar doações em criptomoedas no começo deste ano, afirmou que essa é a maior doação de moedas digitais já recebida pela instituição. 

Embora as criptomoedas tenham se tornado uma das opções populares de filantropia em instituições de ensino superior, ainda não está claro como as universidades gerenciam esses ativos com alta volatilidade. A Universidade da Pensilvânia, em sua página de arrecadação de doações, disponibiliza diversas opções para doação, como criptomoedas, dinheiro vivo e ações. 

Apesar de a instituição ter divulgado a doação de US$ 5 milhões, esta semana foi marcada por quedas bruscas no preço do bitcoin e de outras criptomoedas, o que poderia ter facilmente feito com que esse volume diminuísse para US$ 3 milhões

Um porta-voz da instituição, em resposta à questão sobre a volatilidade do ativo, mencionou John Zeller, vice-presidente de Desenvolvimento e de Relações com Ex-alunos.

Zeller afirmou que seu gabinete, assim que recebe criptomoedas, realiza a venda dessas, e também garantiu que a Wharton Business School tomou as medidas necessárias para evitar a diminuição do valor recebido, devido à recente desvalorização.

“Temos proteção com relação às desvantagens. Nós temos o que precisamos para sustentar o orçamento e veremos onde isso nos levará no futuro”, disse Zeller em um comunicado.

Embora não haja uma lista oficial de doações cripto feitas a instituições de ensino superior, em 2018, a Bloomberg realizou um pesquisa que mostrou que a Universidade Cornell, Universidade da Califórnia Berkeley e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) começaram a aceitar esse tipo de doação já naquele ano. 

Algumas das grandes doações incluem a de Chris Larsen fundador da Ripple, à Universidade Estadual de São Francisco no valor de US$ 25 milhões em XRP em 2019, e a doação de 14,5 BTC feita à Universidade de Puget Sound, no estado americano de Washington, em 2014, considerada a primeira doação de criptomoedas. 

Doações de grandes quantias são geralmente destinadas a financiar programas ou docências durante vários anos.

O presidente da Universidade da Pensilvânia afirmou que o recebimento da doação pela Wharton Business School está na interseção entre finanças e tecnologia.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Vitória Tonetti Martini - 21/05/2021 - 11:06

Cotações Crypto
Pela Web