Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Análise de preço do Zcash (ZEC): recursos de anonimidade estão em desuso

18/09/2020 - 11:19
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Estatísticas do blockchain mostram um aumento em transações diárias e endereços ativos nas últimas semanas. Porém, mesmo com a integração do recurso Sapling, endereços protegidos só são utilizados por menos de 20% das transações (Imagem: Electric Coin Company/Blog)

Zcash (ZEC) é uma bifurcação (“fork”) com foco em privacidade do protocolo Bitcoin, atualmente em 33º lugar na tabela de capitalização da Brave New Coin, com US$ 598 milhões.

Cerca de US$ 98 milhões foram negociados na últimas 24 horas. O preço à vista do ZEC caiu 94% de uma alta recorde estabelecida em janeiro de 2018.

Clique aqui para entender o que é ZEC e confira métricas de atividade do blockchain.

Análise técnica

ZEC continua altamente correlacionado com grande parte do mercado cripto conforme um grande recuo aconteceu para grande dos pares cripto/dólar.

Qualquer continuação positiva pode ser avaliada usando Médias Móveis Exponenciais (MMEs), perfil de volume do intervalo visível (VPVR), a Nuvem de Ichimoku e “pitchforks”.

Clique aqui para mais informações sobre as análises técnicas descritas abaixo.

Médias Móveis Exponenciais (MMEs) são um indicador técnico de gráfico que rastreia o preço de um investimento ao longo do tempo.

Para o gráfico diário do par ZEC/USD, as MMEs de 50 e 200 dias se cruzaram positivamente no dia 4 de fevereiro, a terceira vez desde o começo de negociação do par. Essa “Cruz de Ouro” durou pouco, seguida de uma “Cruz da Morte” no dia 15 de março.

“Cruz de Ouro” ou “Cruz da Morte” são referências para dizer se as condições são otimistas ou negativas, respectivamente. Essas cruzes aparecem um pouco tarde, mas sempre chamam a atenção de qualquer negociador.

No dia 5 de junho, essas MMEs se cruzaram positivamente de novo, resultando em um rali de alta de 115%. Nas próximas semanas, pode ser que uma Cruz da Morte aconteça, sinalizando um ímpeto de baixa.

Mesmo com a integração de Sapling, endereços protegidos só são utilizados por menos de 20% das transações (Imagem: Crypto Times)

O perfil de volume do intervalo visível (VPVR) é um indicador que mostra a atividade de negociação ao longo de um período específico de tempo a certos níveis de preço. Assim, mostra o que foi comprado e vendido a esses níveis atuais.

Já pontos de pivôs são usados para determinar a tendência geral do mercado em diferentes períodos. Assim, se refere à média de alta, baixa e do preço de fechamento do dia anterior de negociação.

O preço continua acima do nó de congestão do VPVR (barras horizontais do gráfico abaixo), entre US$ 47 e US$ 67, com mínima resistência positiva para VPVR até US$ 240.

Pivôs anuais também mostram resistência horizontal entre US$ 96 e US$ 166 com um pivô de suporte em US$ 56. Se o preço não se mantiver ou ultrapassar a zona de US$ 50, uma retomada das baixas em março, próximas a US$ 30, terá altas chances de acontecer.

Posições abertas na Bitfinex estão 90% para compra (painel superior do gráfico abaixo), em que compras começaram a cair drasticamente desde agosto.

Uma movimentação negativa e significativa de preço resultará em uma movimentação exagerada conforme posições de compra começarem a se descomprimir.

Além disso, existem divergências de baixa no volume e no índice de força relativa (RSI), sugerindo um enfraquecimento no ímpeto de alta.

A Nuvem de Ichimoku é uma coleção de indicadores técnicos que mostram os níveis de apoio e resistência, bem como o ímpeto e a direção da tendência.

Considerando a Nuvem de Ichimoku, existem quatro métricas essenciais: o preço atual em relação à nuvem, a cor da nuvem (vermelho para baixa, verde para alta), as cruzes Tenkan (T) e Kijun (K) e o período de atraso (“lagging span”).

A melhor entrada acontece quando a maioria dos sinais disparam de baixa para alta, ou vice-versa.

Métricas atuais da Nuvem sobre o quadro temporal diário com configurações duplicadas (20/60/120/30) para sinais mais precisos, indicam uma baixa.

O preço à vista está abaixo da Nuvem, então a Nuvem indica uma baixa, assim como as cruzes T/K. O período de atraso está acima da Nuvem e abaixo do preço à vista.

A tendência continuará em baixa contanto que o preço à vista se mantenha abaixo da Nuvem.

Por fim, para o par ZEC/BTC, as métricas de tendência sugerem uma baixa, pois o preço está acima da MME de 200 dias e da Nuvem diária. O preço também está próximo à mediana de um pitchfork de baixa multianual com uma Cruz da Morte pendente.

“Pitchforks” (ou “garfos de Andrew”) são um indicador técnico que usa três linhas paralelas de tendência para identificar possíveis níveis de suporte e resistência, bem como uma possível irrupção e níveis de colapso.

Quando a tendência for definida, o preço à vista irá continuamente tentar retornar à linha média (linha amarela). Resistência positiva para o pitchfork está em 0,010 BTC, que combina com a resistência de VPVR nessa zona.

Forte suporte de volume está entre 0,0043 BTC sats e 0,005 BTC sats.

Posições abertas na Bitfinex estão 97% para compras e não existem divergências de volume ativo ou de índice de força relativa (RSI) neste momento para sugerir um enfraquecimento no ímpeto de alta.

Controvérsias circundam ZEC graças à Recompensa para Fundadores, que substituiu uma ICO tradicional. O propósito da recompensa era pagar continuamente aqueles que eram investidores iniciais do ZEC, bem como financiar o desenvolvimento da moeda e promover o ecossistema ZEC.

A recompensa totaliza por 20% da recompensa por bloco, até um máximo de 2,1 milhões de ZECs e terminará após o primeiro halving em novembro de 2020.

Com base em votações de sentimento da comunidade, uma alocação de recompensa por bloco de 20% para o desenvolvimento e gestão do ecossistema continuará acontecer além do halving deste ano.

Futuras atualizações ao protocolo ZEC possivelmente incluem a mudança do mecanismo de privacidade e migrar o blockchain de proof-of-work (PoW) para proof-of-stake (PoS).

A alocação de recompensa por bloco inclui: 7% para os desenvolvedores principais do ZEC, a Electric Coin Company (ECC); 5% para a Zcash Foundation, que apoia o ecossistema por meio de desenvolvimento indireto, como carteiras e nós, ou propostas de bonificação com foco em privacidade; e 8% para propostas de bonificações independentes.

Esse é um contraste com outros fundos de desenvolvimento, como Dash (DASH) e Decred (DCR), que alocam 10% da recompensa total por bloco ao tesouro de desenvolvimento.

Estatísticas de blockchain mostram um aumento nas transações diárias e nos endereços ativos nas últimas semanas. Mesmo com a integração de Sapling, endereços protegidos só são utilizados por menos de 20% das transações.

A proporção estimada de transações diárias (NVT) e a capitalização de mercado dividida pelo valor de mercado obtido (MVRV), métricas inversas de atividade econômica do blockchain, sugerem aumento de atividade no blockchain em relação à atual capitalização de mercado.

Aspectos técnicos para os pares ZEC/USD e ZEC/BTC mostram uma tendência de baixa conforme ambos estão abaixo de suas respectivas MMEs de 200 dias e Nuvens diárias. Resistência negativa para o par ZEC/USD está em US$ 50 com base em um pivô anual de VPVR.

Forte suporte negativo para o par ZEC/BTC está entre 0,0043 BTC sats para 0,005 BTC sats com base no VPVR. O par ZEC/BTC continua em um pitchfork de baixa multianual, que será invalidado além dos 0,010 BTC.

Ambos os pares estão prontos para um “long squeeze” na Bitfinex, em que posições abertas estão acima de 90% na corretora.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 18/09/2020 - 11:19