Áreas do Brasil devem ser reconhecidas como livres de aftosa sem vacinação

26/05/2021 - 19:52
Pecuaria
Também foram convidados os governadores dos Estados beneficiados e demais autoridades (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

Os Estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Acre, Rondônia, parte do Amazonas e de Mato Grosso devem receber nesta quinta-feira o reconhecimento internacional como novas zonas livres de febre aftosa sem vacinação, afirmou o Ministério da Agricultura em nota nesta quarta-feira.

Com isso, a pasta promoverá um evento online sobre o tema, com a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, do secretário de Defesa Agropecuária, José Guilherme Leal, e do diretor do Departamento de Saúde Animal, Geraldo Moraes.

Também foram convidados os governadores dos Estados beneficiados e demais autoridades.

O status sanitário livre de aftosa sem vacinação contribui para que empresas localizadas nestas áreas tenham acesso a negociações para exportação junto a mercados mais exigentes, que não aceitam o uso da vacina nos rebanhos bovinos como garantia que, de fato, não há a doença.

A meta é que todo o território brasileiro seja considerado livre de febre aftosa sem vacinação até 2026.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 26/05/2021 - 19:52

Cotações Crypto
Pela Web