Contra a corrente: plataforma BlockFi aumentará taxas para bitcoin e ether

The Block
The Block
17/03/2020 - 11:14
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
The Block
A decisão da plataforma parece incomum, já que houve a diminuição de taxas de juros em mercados financeiros tradicionais por conta dos riscos do coronavírus (Imagem: Facebook/BlockFi)

A partir do dia 1º de abril, a plataforma de empréstimos em cripto BlockFi aumentará taxas de juros para detenções em bitcoin (BTC) e ether (ETH).

Usuários que detêm até 5 BTC irão ganhar um rendimento anual de porcentagem (APY) de 6% em comparação ao APY atual de 3,6%.

Já detentores de ether ganharão 4,5% de APY para até 500 ETH, em comparação ao APY atual de 2-3,6%.

Porém, taxas de juros para as stablecoins Gemini Dollar (GUSD) e USD Coin (USDC) permanecerão as mesmas, com APY de 8,6%.

A decisão parece incomum, já que taxas de juros foram cortadas em mercados financeiros tradicionais por conta dos riscos do coronavírus.

Zac Prince, fundador e CEO da BlockFi, contou ao The Block que existem dois fatores-chave que fizeram com que a empresa aumentasse as taxas de juros: “limite de fornecimento, já que outros participantes do mercado interromperam suas atividades de empréstimo, e as amplas oportunidades para a criação de mercado e arbitragem após vivenciarmos extrema volatilidade na semana passada”.

“As próximas semanas serão interessantes para vermos se ativos como ouro e o bitcoin se dissociam do mercado público de ações. Em épocas de extremo pânico, cada ativo é vendido. Após a poeira ter baixado em 2008, ouro teve um ótimo desempenho, então veremos se o bitcoin irá passar por um ciclo parecido”, acrescentou Prince.

BlockFi anunciou que vai fornecer suporte para transferências de dinheiro e permitir que usuários que não negociam em cripto comprem seus primeiros US$ 10 equivalentes em cripto e ganhem juros sobre eles (Imagem: Facebook/BlockFi)

Ele comentou que o balanço da BlockFi está “mais forte do que nunca e as mudanças nos mercados de empréstimo tradicionais criaram oportunidades para a expansão de nossa margem”.

BlockFi também relatou que houve poucas liquidações de empréstimo durante a queda do bitcoin da semana passada, “com zero perdas no livro de empréstimos”.

A empresa afirmou que não liquidou a garantia de empréstimo em dólares de clientes abaixo do preço de aproximadamente US$ 4,5 mil, apesar de o mercado ter atingido quedas de cerca de US$ 3,8 mil.

Fundada em 2018, a BlockFi cresceu significativamente em dois anos. As receitas da empresa cresceram mais de 20 vezes em 2019 e agora conta com US$ 650 milhões de ativos investidos na plataforma.

Na semana passada, a plataforma anunciou que vai fornecer suporte para transferências de dinheiro para permitir que usuários que não negociam em cripto comprem seus primeiros US$ 10 equivalentes em cripto e ganhem juros sobre eles.

A empresa é apoiada por conhecidos investidores, incluindo Valar Ventures e Morgan Creek Digital. Até agora, a BlockFi levantou mais de US$ 100 milhões em financiamento, de acordo com a plataforma Crunchbase. Recentemente, a empresa levantou US$ 30 milhões em uma rodada de financiamento (Series B).

theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 17/03/2020 - 11:14

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web