Crypto Storm #110: o aumento da inflação levará o mercado cripto a um novo ciclo de baixa?

Equipe Crypto Times
26/11/2021 - 12:31
Crypto Storm 110
Confira a edição desta semana do podcast Crypto Storm

Nesta edição do podcast Crypto Storm (também disponível em vídeo 👇), Lucca Benedetti, Valter Alencar e Narriman Silva começam o episódio comentando sobre a renomeação de Jerome Powell ao Federal Reserve, nos Estados Unidos.

Valter indica que a escolha por Powell foi uma decisão recebida com tranquilidade pela maior parte do mercado, por haver menor incerteza quanto ao futuro da economia americana. No entanto, um tópico que preocupa é a postura “hawkish”, esperada no novo mandato de Powell, ao invés da adoção de uma postura “dovish”. 

Como forma de contextualização, “hawkish” e “dovish” dizem respeito a posturas que autoridades monetárias podem adotar em relação ao mercado. Esses termos são derivados de “hawk” (falcão) e “dove” (pomba), e dizem respeito ao comportamento das aves. A primeira é uma ave de caça, enquanto a segunda é geralmente associada à ideia de paz.

Com isso, a postura “hawkish” indica que a autoridade monetária de um país defende o aumento da taxa de juros, para ter um maior controle fiscal e da inflação. Já “dovish” indica a expectativa de redução da taxa de juros e uma política de expansão monetária.

O preço do bitcoin está correlacionado
ao mercado de ações?

Os apresentadores comentam que a tendência de inflação acelerada tende a aumentar a taxa de juros, mas que, por outro lado, existe a perspectiva de investidores cripto, que veem os criptoativos como uma espécie de “porto seguro” contra o cenário de alta inflação.

Em seguida, Lucca comenta que o mercado já está acostumado ao modo de operação de Powell e que isso poderá gerar menos incerteza, o que é relevante também para o mercado cripto. 

Na sequência, trazendo a perspectiva do mercado tradicional, Narriman indica que é esperado que Powell, mesmo em um cenário econômico diferente de seu mandato anterior, deverá manter alguns dos pilares e tentar reestruturar a economia aos poucos, pois uma mudança drástica poderia gerar um amplo efeito cascata, que afetaria cripto e a alavancagem de ativos digitais.

Em seguida, os apresentadores falam das principais diferenças estruturais entre o mercado cripto de 2017 e o atual, levando em consideração a mudança do cenário econômico.

Quanto a isso, Lucca aponta que, em 2017, havia diversas promessas no mundo cripto, sem necessariamente existir valor nos projetos de blockchains, criptomoedas, ofertas iniciais de moeda (ICOs).

Sobre o cenário cripto atual, Lucca comenta que o mercado está mais maduro, com o crescimento da indústria e o surgimento das finanças descentralizadas (DeFi) no último ano.

Desde 2020, o mercado cripto cresceu como nunca antes, movimento esse que também foi impulsionado pelos jogos em blockchain, como Axie Infinity (AXS), e pela maior integração com a Web 3.0.

Será que a crescente inflação em todo o mundo afetará também o mercado cripto? O advento da Web 3.0 poderá mudar o futuro da criptoeconomia? Aperte o play para saber mais.

Crypto Storm #110: o aumento da inflação levará o mercado cripto a um novo ciclo de baixa?

  

Crypto Storm em vídeo:

Envie comentários e sugestões para o Crypto Storm para [email protected].

Confira também os episódios anteriores:

#109: DAOs e a revolução proposta pela nova forma de “crowdfunding”

#108: como o bitcoin pode ser uma proteção contra a crescente inflação?

#107: metaversos, jogos em blockchain e a relação com a Web 3.0

Última atualização por Vitória Martini - 26/11/2021 - 12:31

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado cripto?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web