DeFi chega ao institucional com empréstimos sindicalizados da Maple Finance

The Block
The Block
18/11/2021 - 14:03
Traduzido e editado por Vitória Martini
The Block
Maple Finance Alameda Research
Um empréstimo sindicalizado é um tipo de empréstimo em que várias instituições emprestam dinheiro para um único tomador (Imagem: Maple Finance/Blog)

Maple Finance, plataforma de finanças descentralizadas (DeFi, na sigla em inglês) criou outro pool de empréstimos permissionados, com o objetivo de facilitar a concessão de empréstimos para investidores institucionais.

Esse pool de empréstimos específico tem um único solicitante: Alameda Research, que tomará emprestado US$ 25 milhões do pool – com planos de aumentar essa quantia para US$ 1 bilhão dentro do período de um ano. O pool ficará visível a partir de hoje, mas só iniciará suas operações amanhã (19).

Somente certas instituições credenciadas fora dos Estados Unidos poderão emprestar fundos ao pool. Inicialmente, as empresas serão CoinShares, Abra e Ascendex. Essas companhias terão de passar por procedimentos de conhecimento de usuário (KYC) e antilavagem de dinheiro antes de adentrarem o pool.

Um empréstimo sindicalizado é um tipo de empréstimo em que várias instituições emprestam dinheiro para um único tomador. Este é o primeiro da Maple Finance, a qual apresenta algumas participações nos dois lados da tomada e concessão de empréstimos.

O que é Maple Finance?

Maple Finance é conhecida por ser uma plataforma de finanças descentralizadas permissionada.

A ideia central é levar DeFi e sua capacidade de permitir que partes façam empréstimos entre si, além de introduzir as exigências da devida diligência. Essa estratégia foi configurada para permitir que instituições com altos requisitos de compliance possam participar.

“Há um crescente interesse institucional em participar de DeFi. Elas [as instituições] querem obter rendimento, mas não sabem como fazer isso atendendo a compliance, e não confiam nos protocolos já existentes para isso”, disse Sid Powell, cofundador da Maple Finance.

Até agora, a estratégia da Maple Finance tem funcionado. A liquidez total em todos os pools passou da marca dos US$ 300 milhões. Esse valor, no entanto, representa somente uma fração do mercado de empréstimos DeFi apermissionado, em que 32 plataformas gerenciam US$ 52 bilhões em fundos.

A Maple Finance começou com dois pools de concessão e tomada de empréstimos, dentro dos quais qualquer um pode conceder um empréstimo, mas somente para certas empresas que atenderam às diligências financeiras de procedimentos KYC.

Geralmente, esses empréstimos não têm garantia, porque são concedidos a formadores de mercados estabelecidos, como Wintermute, Alameda Research e Amber Group. As taxas de tomada de empréstimos são de 8% a 12% e 20% do juros são cobrados em taxas.

Os dois pools são idênticos, mas cada um é gerenciado por diferentes delegações. Estas são entidades que processam a devida diligência e tomadores de empréstimos com boa reputação.

Um pool é gerenciado pela Orthogonal Trading, e o outro é comandado pela Maven 11 Capital. Essas instituições recebem metade das taxas, enquanto a parte restante é destinada a uma reserva de staking – fundos que podem ser usados, caso um tomador de empréstimo não pague de volta o valor que recebeu.

Em novembro, a Maple Finance lançou seu primeiro pool permissionado, em que ambos os tomadores e concessores de empréstimos têm de passar por procedimentos KYC. 

O novo pool com a Alameda Research leva isso a um nível mais adiante, ao limitar o lado de tomada de empréstimos para um único solicitante: a Alameda. Maple Finance afirma que isso poderá levar a um preço mais competitivo e maior volume.

“O cenário de negociação cripto evoluiu rapidamente nos últimos anos, e esperamos que continue a fazer isso. A flexibilidade que vem com uma plataforma de empréstimos descentralizada e no blockchain como esta ajuda a Alameda a se adaptar a esse cenário, e estamos ansiosos para ver isso crescer”, disse Sam Trabucco, co-CEO da Alameda Research.

A plataforma continua a evitar os Estados Unidos em seus serviços. Conforme Powell disse ao The Block:

Todos os nossos tomadores de empréstimos estão emprestando de entidades não estadunidenses. As entidades participantes são, predominantemente, do Reino Unido, Hong Kong, Cingapura, Ilhas Virgens Britânicas e Ilhas Cayman.

Embora a concessão de empréstimos DeFi permissionados ainda esteja em estágio inicial, a competição parece estar ficando mais forte.

O protocolo de empréstimos DeFi Aave (AAVE), que gerencia US$ 14,5 bilhões em criptomoedas, deverá lançar sua própria plataforma de empréstimos permissionados, conhecida como Aave Arc.

theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Vitória Martini - 18/11/2021 - 14:03

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web