Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Exportação de frango do Brasil sobe 1,8% no ano após salto em agosto; receita recua 11,3%

09/09/2020 - 16:37
Frango
Outro destaque do Oriente Médio, os Emirados Árabes Unidos aumentaram suas importações também em 24% (Imagem:REUTERS/Rodolfo Buhrer)

As exportações de carne de frango do país totalizaram 2,833 milhões de toneladas de janeiro a agosto, volume 1,8% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, após um forte crescimento registrado no mês passado, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) nesta quarta-feira.

Em receita, contudo, o setor no maior exportador global da proteína contabiliza uma retração de 11,3% nas exportações na mesma comparação, para 4,14 bilhões de dólares.

No mês passado, as exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) apresentaram alta de 11,3%, alcançando 362,4 mil toneladas.

“O movimento mensal das exportações foi positivo em praticamente todos os grandes importadores da carne de frango do Brasil“, disse o presidente da ABPA, Ricardo Santin, em nota.

Segundo ele, o aumento nos embarques contribui para reduzir os impactos do aumento de custos com o enfrentamento da pandemia e da alta dos grãos, principal matéria-prima da ração.

A ABPA disse que a Arábia Saudita voltou ao segundo lugar entre os principais destinos do produto nacional, com alta de 24% nos embarques em agosto.

Outro destaque do Oriente Médio, os Emirados Árabes Unidos aumentaram suas importações também em 24%.

A China, líder nas compras, elevou suas importações em 46% em agosto em relação ao mesmo mês de 2019, totalizando 54,7 mil toneladas no mês.

Ainda na Ásia, as exportações para a Coreia do Sul aumentaram em 25%.

Já a União Europeia aumentou suas importações em 14% no mês de agosto.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por André Luiz - 09/09/2020 - 16:37