Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
EUA

Federal Reserve dá detalhes sobre experimento feito com tecnologia blockchain

14/08/2020 - 15:47
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
“É importante entender como as provisões existentes da Lei do Federal Reserve em relação à emissão de moedas se aplica a uma CBDC e se uma CBDC teria status de moeda legal, dependendo de seu design”, disse a diretora do Fed (Imagem: REUTERS/Leah Millis)

O Federal Reserve dos EUA publicou detalhes de um teste de pagamentos realizado em 2019 que envolve a tecnologia de registro distribuído (DLT), principalmente o do software blockchain Hyperledger Fabric.

Os resultados foram lançados junto com a notícia de que o Fed, o banco central do país, firmou uma parceria com o MIT para uma iniciativa com foco em moedas digitais emitidas por bancos centrais ou CBDCs.

Em algumas declarações, a diretora do Fed, Lael Brainard, falou sobre a iniciativa do banco nesse setor até hoje, destacando o trabalho realizado por pesquisadores do Federal Reserve Bank de Boston.

Segundo o comunicado de ontem (13), o experimento “FooWire” foi criado para testar se a tecnologia se adequaria a pagamentos:

A equipe criou o sistema usando Hyperledger Fabric, uma popular plataforma DLT, porque atendia aos requisitos de design da equipe por uma rede fechada, de tecnologia madura e prontidão comercial.

O experimento destacou o potencial da DLT para certos usos de pagamentos, a rápida velocidade em que um sistema poderia ser implementado, a possível simplicidade dos contratos autônomos e a abrangência da funcionalidade fornecida por tais plataformas.

Destacou também a necessidade de mais experimentos para entender melhor as possibilidades da adesão em grande escala e o uso de qualquer plataforma DLT para pagamentos.

FooWire foi descrito como um sistema de “pequena escala” e especificamente focado em recursos permissionados — ou seja, um sistema em que apenas participantes escolhidos podem transacionar.

Tal abordagem “reflete o que está sendo usado hoje em grande parte dos sistemas de pagamentos e, em algumas configurações, fornece maior segurança à rede do que uma rede apermissionada”, segundo o comunicado.

“De início, a rede incluía três organizações hipotéticas: um banco central, uma agência governamental e um banco comercial. Administradores da rede eram responsáveis pela aprovação e criação de contas e nós para administrar o registro. O único ativo que poderia ser transferido entre os nós era um ativo artificial chamado ‘Funds’”, explicou a equipe do Fed.

Por fim, o grupo descobriu que “Fabric e plataformas parecidas de DLT têm possíveis usos de pagamento”, mas enfatizou que mais trabalho é necessário nessa área. “O Federal Reserve continua a pesquisar os recursos dessas tecnologias e identificar riscos e vulnerabilidades associados ao seu uso.”

Como a tecnologia Hyperledger Fabric
atrai o interesse comercial para o blockchain

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 14/08/2020 - 15:47