Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Globe, nova corretora cripto, visa ser a “Coinbase dos derivativos”

20/11/2020 - 13:58
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Globe pretende atrair fornecedores institucionais de liquidez à sua plataforma (Imagem: Crypto Times)

Globe, corretora de derivativos cripto que será lançada daqui a algumas semanas, arrecadou US$ 3 milhões em uma rodada de financiamento “seed” (para impulsionar seu crescimento).

A rodada foi financiada pelos fundos Y Combinator, Pantera Capital, Draper Dragon Fund e Wavemaker Partners, dentre outros.

Com o capital recém-adquirido, Globe visa lançar sua plataforma de negociação e realizar a escalabilidade a partir de então. O CEO James West contou ao The Block que Globe deseja atender clientes institucionais com novos produtos e uma ótima experiência de negociação.

West afirmou que a corretora foi criada com um mecanismo próprio de combinação de ordens e risco chamado Thor, que será um “adversário da Nasdaq no quesito latência e processamento”.

Porém, anteriormente, especialistas de mercado contaram ao The Block que velocidade não é uma prioridade principal para grande parte dos investidores, e sim liquidez.

Globe pretende atrair fornecedores institucionais de liquidez à sua plataforma, afirmou West.

“Forneceremos uma integração ininterrupta e os benefícios de corretoras tradicionais de futuros como as bolsas de valores CME Group, NYSE, Japan Exchange Group etc.”, disse ele.

“Em seguida, visamos os tipos de fundos de investimento quantitativos que, agora, pretendem adquirir uma ou duas mesas de cripto, permitindo que realizem os mesmos tipos de negociações que os mercado tradicionais.”

Globe, registrada nas Ilhas Seychelles e sediada em Londres, não estará disponível a cidadãos dos EUA por questões de regulamentação.

A corretora americana Coinbase é uma referência no mercado cripto; Globe visa ser tão dominante quanto ela no mercado de derivativos cripto (Imagem: Crypto Times)

“A Coinbase dos derivativos?”

West disse: “você pode nos chamar de Coinbase dos derivativos”, referindo-se ao financiamento que a Y Combinator conseguiu. Coinbase recebeu financiamento da Y Combinator em 2012 e, agora, é o quinto maior investimento da empresa no quesito valoração.

Paul Veradittakit, parceiro do Pantera Capital, disse que existe uma “onda de interesse” em criptoativos por grandes bancos, fintechs e gestores de portfólio, então a plataforma e os produtos da Globe foram criados para atender suas necessidades.

De início, Globe irá oferecer futuros perpétuos para bitcoin (BTC), ether (ETH), o índice de volatilidade do bitcoin (VIX) e tokens de finanças descentralizadas (DeFi).

Todos os produtos visam auxiliar investidores a realizarem o hedge de seu risco e gerenciarem sua riqueza, afirmou West.

Globe está sendo lançada em um momento em que existe uma crescente necessidade no setor cripto por negociadores e investidores, ou seja, quando o mercado está em meio a um rali de preços. O mercado de derivativos também está quebrando recordes.

Os contratos abertos em futuros de bitcoin, por exemplo, atingiram uma nova alta recorde de US$ 6,30 bilhões, segundo dados coletados pelo The Block.

Contratos abertos são o valor pendente de contratos de derivativos que ainda serão liquidados e seu crescimento sugere que mais dinheiro está entrando no mercado.

A explosão das opções de bitcoin em 2020

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 20/11/2020 - 13:58