Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Pessimismo com China e alta dos juros faz Ibovespa cair para faixa de 111 mil pontos

28/09/2021 - 10:30
Ibovespa
Às 13:18, o Ibovespa tinha baixa de 2,01%, aos 111.241.39 (Imagem: REUTERS/Amanda Perobelli)

O principal índice de ações brasileiras seguia a tendência amplamente negativa das bolsas internacionais nesta terça-feira, diante do maior pessimismo com a China e com a iminência de um ciclo global de aperto monetário para conter a inflação.

Às 13:18, o Ibovespa tinha baixa de 2,01%, aos 111.241.39 pontos. O volume financeiro de negócios da sessão totalizava 13,3 bilhões de reais.

Não bastassem os receios de uma quebra da incorporadora Evergrande (EGRNF) sobre os setores imobiliário e financeiro, a China passou a preocupar investidores também por questões sobre a oferta de energia, uma vez que restrições ao uso de carvão já começavam a impactar alguns setores da indústria do país.

Isso pesava sobre ações de exportadoras brasileiras de metais, incluindo Vale e Usiminas.

A queda de bolsas de Estados Unidos e Europa adicionava pressão, com a combinação de inflação pressionada e expectativa de aperto monetário pesando sobre as perspectivas de empresários e consumidores.

O rendimento do Tesouro dos Estados Unidos dava um salto, refletindo apostas crescentes de alta iminente dos juros, o que pesava sobretudo nas ações de empresas de alto crescimento, movimento refletido na queda de mais de 1,5% do índice Nasdaq (US100).

Por fim, a ata da última reunião do Copom, divulgada nesta manhã, mostrou o Banco Central disposto a estender o ciclo de aperto monetário também para conter a escalada de preços, com algumas instituições financeiras, como o Bradesco, sinalizando que pode rever a projeção de Selic, hoje em 6,25% ao ano, até o fim de 2021.

A especialista em ações da Clear Corretora Pietra Guerra também apontou em nota que o cenário político também pesava, com o governo federal sinalizando possível extensão do auxílio emergencial.

“Isso traz algumas preocupações em relação aos gastos do governo e como ficará as contas públicas nos próximos anos”, afirmou ela.

Assim, a queda do Ibovespa só não era maior devido à alta de ações de grandes bancos e de Petrobras, que têm grande peso na composição da carteira.

Destaques

Banco Inter (BIDI3) perdia 10,8%, seguido por Banco Pan (BPAN4), com declínio de 6,2%, mostrando o pessimismo com empresas com planos de alto crescimento diante de um cenário de juros em elevação.

Americanas (AMER3) recuava 6,2%, enquanto Magazine Luiza (MGLU3) tinha retração de 5,1% e Grupo Soma (SOMA3) cedia 6,4%, com gestores desmontando apostas em companhias de consumo.

CSN (CSNA3) tinha baixa de 4,2%, seguida por Usiminas (USIM5), com desvalorização de 4,5%, enquanto Vale (VALE3) era depreciada em 3,2%, pondo fim a uma recuperação desde a semana passada na esteira da recuperação dos preços do minério.

Braskem (BRKM3;BRKM5;BRKM6)  ia na contramão, subindo 0,75%, após a petroquímica ter anunciado acordo de sua subsidiária Braskem Idesa com a mexicana Pemex para quitar prendências contratuais e para ume terminal de importação de etano.

Petrobras (PETR4) ganhava 0,3%, apoiada na escalada dos preços do barril do petróleo.

Bradesco (BBDC4) subia 0,6%.

Em relatório, o BTG Pactual (BPAC11) reforçou recomendação de compra para as ações do banco, para o qual previu alta de 10% da carteira de crédito em 2022.

(Atualizada às 13:18)

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro?

Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Janaina de Camargo - 28/09/2021 - 13:24

Cotações Crypto
Pela Web