JPMorgan planeja lançar produto relacionado a empresas cripto listadas em bolsa

10/03/2021 - 8:56
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
JPMorgan Bancos Empresas
Goldman Sachs e JPMorgan parece estar entrando para o mercado cripto do seu jeito: não oferecendo exposição direta, mas não impedindo o interesse de seus clientes (Imagem: Reuters/Amr Alfiky)

Um conjunto de documentos regulatórios enviados à Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC) indicou que o JPMorgan, banco de investimentos de Wall Street, visa oferecer a seus clientes uma forma de obter exposição a cripto na forma de ações de empresas listadas em bolsa que estejam envolvidas com criptoativos.

A documentação do produto estruturado fornece detalhes sobre as chamadas “Notas de Percepção Ligadas à Cesta de Empresas com Exposição a Criptomoedas do J.P. Morgan”.

A “cesta” de empresas inclui nomes bem-conhecidos no setor cripto, incluindo a empresa de inteligência de mercado MicroStrategy; Square, empresa de pagamentos liderada por Jack Dorsey; e PayPal, outra empresa de pagamentos que está fornecendo cada vez mais suporte a cripto em seu aplicativo e, nesta semana, anunciou sua aquisição pendente da empresa de segurança cripto Curv.

Outras empresas da cesta incluem Riot Blockchain, Nvidia, AMD, a gigante empresa de semicondutores TSMC (na forma de ações americanas depositárias), Intercontinental Exchange, CME Group, Overstock e Silvergate.

Na descrição do produto, JPM enfatiza que a exposição fornecida não está diretamente ligada a uma criptomoeda particular, incluindo o bitcoin (BTC), e que o desempenho das notas não está ligado ao desempenho do mercado de criptoativos em si:

As notas foram criadas para investidores que buscam por exposição ao desempenho da Cesta de Exposição a Criptomoedas do J.P. Morgan (março de 2021) de Ações de Referência ponderadas desigualmente, às quais nos referimos como Cesta, reduzida pela Dedução de Cesta de 3,00%. 

Apesar do nome da Cesta, as notas não fornecem exposição direta a criptomoedas e o desempenho da Cesta pode não estar correlacionado com o preço de uma criptomoeda específica, como o bitcoin.

Segundo a documentação, as notas possuem uma data de precificação de 26 de março, uma data de emissão original “por volta de 31 de março de 2021” com datas de observação e expiração de 2 de maio de 2022 e 5 e maio de 2022, respectivamente.

A existência de um produto estruturado pode ser outro sinal de que a demanda entre a clientela de Wall Street para um tipo de exposição a cripto, apesar de indireta, é ascendente. Recentemente, um executivo cripto da Goldman Sachs falou sobre esse nível de interesse de investidores na classe de ativos.

Essa iniciativa vem logo após o JPMorgan ter distribuído uma apresentação educacional a seus clientes para ajudá-los a entender os aspectos básicos, os riscos e o potencial do bitcoin e das criptomoedas.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 10/03/2021 - 8:56

Pela Web