Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Cotações por TradingView
Leia os avisos legais em avenue.us. Intermediação Coin DTVM

Lançamentos da Mitre voltarão com força depois que pandemia enfraquecer

14/04/2021 - 12:06
Haus Mitre Residences
A Ágora Investimentos manteve sua recomendação neutra para a ação da Mitre, com preço-alvo ao fim de 2021 de R$ 19 (Imagem: Divulgação/Mitre Realty)

A Mitre (MTRE3) mostrou mais cautela no primeiro trimestre do ano, afirmou a Ágora Investimentos. Devido ao agravamento da pandemia de Covid-19, a companhia não realizou lançamentos no período, tendo apenas pré-lançado o empreendimento Haus Mitre Santa Cruz, com VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 118,6 milhões.

“A companhia adotou uma abordagem mais cautelosa depois que novas restrições foram implementadas em São Paulo”, comentaram os analistas Bruno Mendonça e Wellington Lourenço.

Apesar do ritmo menor de lançamentos no trimestre, a Ágora tem uma perspectiva de forte retomada para a Mitre depois que a pandemia enfraquecer. Os analistas acreditam que o crescimento dos lançamentos voltará com força assim que a crise for atenuada.

Além do Haus Mitre Santa Cruz, a Mitre possui mais quatro projetos em fase final de aprovação junto à municipalidade e com estandes concluídos e/ou em fase final de conclusão: o Haus Mitre Residences 370, o Haus Mitre Campo Belo, o Haus Mitre Vila Clementino e o Haus Mitre Aclimação, que juntos totalizam aproximadamente R$ 520 milhões em VGV.

Abrão Filho aumenta 135% sua receita em 2021

A companhia disse que pretende lançar os cinco projetos depois que a situação for normalizada.

A Ágora optou por manter sua recomendação neutra para a ação, com preço-alvo ao fim de 2021 de R$ 19.

“Vemos o P/VPA [preço sobre valor patrimonial por ação] com um prêmio significativo para outras histórias de crescimento (Moura Dubeux [MDNE3] em 11,2 vezes) e para nomes consolidados, principalmente a Trisul (TRIS3), negociada em 9,6 vezes P/L [preço sobre lucro] para 2021″, explicaram os analistas.

A Mitre reportou vendas líquidas (excluindo comissões e distratos) de R$ 72,8 milhões no primeiro trimestre de 2021, o que representa um salto de 145,3% em relação aos R$ 33,7 milhões reportados em igual período de 2020 devido a uma base comparativa mais fraca. Em relação ao quarto trimestre do ano passado, houve queda expressiva de 70,8%.

A VSO (Venda sobre Oferta) nos primeiros três meses do ano foi de 18,7%, queda de 2,9 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre de 2020.

Chegou a nova newsletter Comprar ou Vender

As melhores dicas de investimentos, todos os dias, em seu e-mail!
Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Diana Cheng - 14/04/2021 - 12:06

Pela Web