Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Métricas da criptomoeda ETH continuam positivas devido ao auge do setor DeFi

22/10/2020 - 9:58
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
ethereum dólar cartão de crédito sd
A quantidade de ether bloqueado em aplicações DeFi aumentou significativamente no último ano, provavelmente fornecendo um novo meio de diminuir o fornecimento em circulação (Imagem: Pixabay/WorldSpectrum)

Ethereum (ETH) é um registro distribuído e uma plataforma descentralizada computacional com recursos de contratos autônomos (do inglês “smart contracts”).

Ether é a segunda maior criptomoeda na tabela de capitalização de mercado da Brave New Coin, com um total de US$ 44,86 bilhões e um volume de negociação de US$ 2,44 bilhões nas últimas 24 horas.

Clique aqui para entender como funciona a rede Ethereum e confira métricas de atividade do blockchain.

Análise técnica

O preço à vista do par ETH/USD caiu 72% em comparação à sua maior alta em janeiro de 2018 e subiu 258% das baixas em março. Grande parte dos criptoativos tiveram uma correlação de mais de 80% entre si entre o quarto trimestre de 2019 e o segundo trimestre de 2020.

Nos últimos meses, essas correlações diminuíram drasticamente e ether teve um melhor desempenho do que outros ativos, exceto por ADA e LINK. Essas correlações tendem a diminuir em um mercado de alta e aumentar em um mercado de baixa.

Conforme a tendência de mercado de alta recomeça, roteiros de desenvolvimento (“roadmaps”) podem ser encontrados em maiores intervalos de tempo usando Médias Móveis Exponenciais (MMEs), perfil de volume do intervalo visível (VPVR), “pitchforks”, Nuvem de Ichimoku e divergências.

Clique aqui para entender mais sobre as análises técnicas descritas abaixo.

Médias Móveis Exponenciais (MMEs) são um indicador técnico de gráfico que rastreia o preço de um investimento ao longo do tempo.

No gráfico diário para o par ETH/USD, houve uma Cruz de Ouro entre as MMEs de 50 dias e de 200 dias no dia 11 de fevereiro, seguida rapidamente por uma negativa Cruz da Morte no dia 19 de março.

“Cruz de Ouro” ou “Cruz da Morte” são referências para dizer se as condições são otimistas ou negativas, respectivamente. Essas cruzes aparecem um pouco tarde, mas sempre chamam a atenção de qualquer negociador.

No dia 6 de maio, essas MMEs principais se cruzaram de forma positiva, sugerindo que a MME de 200 dias a US$ 311  atuará como suporte.

O perfil de volume do intervalo visível (VPVR) é um indicador que mostra a atividade de negociação ao longo de um período específico de tempo a certos níveis de preço. Assim, mostra o que foi comprado e vendido a esses níveis atuais.

Já pontos de pivôs são usados para determinar a tendência geral do mercado em diferentes períodos. Assim, se refere à média de alta, baixa e do preço de fechamento do dia anterior de negociação.

No dia seguinte, a negociação acima do ponto de pivô indica sentimento positivo e contínuo enquanto a negociação abaixo do ponto de pivô indica sentimento negativo.

Com base no VPVR (barras horizontais no gráfico abaixo), agora o preço à vista está acima do nó de volume de US$ 300 e abaixo do de US$ 467.

Pivôs anuais, ou suporte matemático e resistência baseados nas altas e nas baixas do ano anterior, também estão entre US$ 290 e US$ 460.

Não existem divergências positivas ou negativas no volume ou no índice de força relativa (RSI) — que mede a magnitude das recentes variações de preço para avaliar condições de sobrecompra ou sobrevenda — neste momento.

Atualmente, o interesse de compra/venda na corretora Bitfinex (painel superior do gráfico abaixo) está em 96% para compras, conforme posições de compra continuam a impulsionar novas altas nas últimas semanas.

Uma movimentação negativa e significativa de preço resultará em uma movimentação exagerada conforme posições compradas continuam diminuindo, conhecida como “long squeeze”.

Porém, historicamente, as proporções de compra/venda na Bitfinex tiveram pouca influência na ação de preço do ether.

“Pitchforks” (ou “garfos de Andrew”) são um indicador técnico que usa três linhas paralelas de tendência para identificar possíveis níveis de suporte e resistência, bem como uma possível irrupção e níveis de colapso.

Esse mercado provavelmente estabeleceu um novo pitchfork de alta. Quando essa tendência for definida, o preço à vista continuará tentando retornar à linha mediana (linha amarela), atualmente a US$ 343.

Um pitchfork de alta é invalidado quando o preço à vista cai abaixo do suporte inferior, atualmente em US$ 140. A resistência superior está em US$ 826.

A Nuvem de Ichimoku é uma coleção de indicadores técnicos que mostram os níveis de apoio e resistência, bem como o ímpeto e a direção da tendência.

Em relação à Nuvem de Ichimoku, existem quatro métricas essenciais: o preço atual em relação à nuvem, a cor da nuvem (vermelho para baixa, verde para alta), as cruzes Tenkan (T) e Kijun (K) e o período de atraso (“lagging span”).

A cruz Tenkan, ou linha de conversão, é o ponto médio dos maiores e menores preços de um ativo nos nove períodos anteriores. Já a cruz Kijun, ou linha-base, é usada para gerar sinais de negociação quando cruzada com a Tenkan para os 26 últimos períodos.

A melhor entrada acontece quando a maioria dos sinais disparam de baixa para alta, ou vice-versa.

O status das métricas atuais da Nuvem sobre o quadro temporal diário com configurações duplicadas (20/60/120/30) para sinais mais precisos, indicam uma alta. O preço à vista está acima da Nuvem, então a Nuvem indica uma alta, assim como as cruzes T/K.

O período de atraso está acima da Nuvem e acima do preço à vista. A resistência da cruz Kijun está em US$ 400. A tendência continuará em alta enquanto o preço se mantiver acima da Nuvem. Um forte sinal de compra surgirá quando um cruzamento positivo entre as linhas T/K acontecer acima da Nuvem.

Por fim, no gráfico de dois dias para ETH/BTC, indicadores de tendência estão positivos, pois o preço está acima das MMEs de 50 dias e 200 dias, bem como acima da Nuvem.

Agora, o preço à vista está próximo do pivô anual de 0,034 BTC com uma divergência de baixa resolvida no volume e no RSI. Um forte suporte do VPVR está na zona de 0,03 BTC.

É provável que encontre resistência positiva no VPVR e no nível psicológico de 0,05 BTC. Posições abertas para ETH/BTC na Bitfinex estão 99% para compra.

Aspectos fundamentais do blockchain, incluindo taxa de hashes, transações por dia e endereços diários ativos, aumentaram desde janeiro em comparação às baixas do fim de 2019.

É improvável que haja a aplicação do algoritmo de consenso ProgPow este ano, uma mudança que iria alterar drasticamente o ambiente atual de mineração do Ethash.

Apesar de Ethereum 2.0 (ou ETH 2.0) ainda estar em sua fase inicial de desenvolvimento, o novo protocolo está sendo discutido, debatido e programado ativamente, e sua fase zero pode ser lançada até novembro deste ano.

A quantidade de ETH bloqueado em aplicações descentralizadas (dapps) aumentou significativamente no último ano conforme ETH retido por tesourarias de ofertas iniciais de moeda (ICO) continua a cair, provavelmente fornecendo um novo meio de diminuir o fornecimento em circulação de ETH.

Novas ICOs no blockchain Ethereum estiveram próximas a zero ao longo de 2019 e no início de 2020.

Conforme o uso do setor de finanças descentralizadas (DeFi) aumenta, métricas no blockchain precisam ser reconfiguradas para uma melhor representação e incluir atividade de contratos autônomos, assim como transferências em DAI e SAI.

A proporção estimada de transações diárias (NVT), métrica inversa de utilidade econômica, está decrescendo um pouco apesar da grande atividade no setor DeFi.

Aspectos técnicos estão positivos para o par ETH/USD com base nas métricas atuais de tendência, pois o preço à vista está acima da MME de 200 dias e da Nuvem diária.

Nos próximos meses, é possível que haja um preço-alvo de US$ 750 com base no VPVR, nos pivôs anuais e num pitchfork positivo recém-estabelecido.

Aspectos técnicos para o par ETH/BTC estão neutros e positivos com base em métricas de tendência, conforme o preço à vista está acima da MME de 400 dias e da Nuvem de dois dias.

A curto prazo, o preço à vista precisará ultrapassar a resistência e se consolidar próximo ao nível de 0,03 BTC. Em geral, isso pode resultar no primeiro sinal de prosseguimento ao par desde a febre das ICOs em 2018.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 22/10/2020 - 10:00