Piso de preços do boi piora, enquanto China continua sem comprar

18/10/2021 - 16:11
Boi mantém trajetória de recuo, sem que os frigoríficos encontrem compradores para a carne (Imagem: Reprodução/Embrapa)

O boi gordo abre a semana em nova rodada de recuo, sem mostrar resistência a pisos mais baixos.

O cenário piora, enquanto vai se dilatando o tempo sem que a China volte a demandar carne bovina.

Os produtores não podem contar, também, com suporte dos destinos externos periféricos e do mercado interno, o que amplia o freio nas compras. A carcaça casada, que baliza o atacado, está abaixo de R$ 17,50 o quilo.

Desde que o maior comprador da proteína brasileira embargou as importações, em 3 de setembro – e no dia 4 o governo notificou oficialmente os casos de vaca louca atípica -, o animal gordo caiu da faixa de R$ 305, em São Paulo.

Fato pouco visto até hoje é que o preço do indicador Cepea, tido como quase oficial no setor, está abaixo ou empatado com as referências de mercado pesquisadas pelas consultorias.

Nestes casos, nesta segunda (18), a Agrifatto registrou 3,60% a menos na arroba, para R$ 268,00, quase R$ 2 acima do tombo verificado pelo centro de pesquisa da USP na última sexta-feira.

Última atualização por Márcio Juliboni - 18/10/2021 - 16:11

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
Cotações Crypto
Pela Web