Plataforma Valuables permite compra e venda de tuítes; e se essa moda pega?

16/02/2021 - 11:00
Pela plataforma Valuables, usuários podem capitalizar sobre o conteúdo que publicam no Twitter se fãs ou admiradores quiserem comprar seu tuíte por uma quantia específica (Imagem: Unsplash/martenbjork)

Usuários estão comprando e vendendo tuítes como tokens não fungíveis (NFTs)ativos digitais e exclusivos — em troca de ether (ETH) pela plataforma Valuables, desenvolvida pela Cent.

EscolaCripto: entenda o sucesso
por trás dos NFTs, ativos exclusivos e digitais

Tuítes provocam emoções nas pessoas e, quanto mais são compartilhados, mais atenção recebem. Criadores brigam por essa atenção, tentando produzir os mais autênticos dos conteúdos.

Usando NFTs, Cent está tentando mudar a forma como pessoas usam o Twitter ao oferecer ferramentas para a criação de conteúdo que resulte em alguma forma de renda.

Em entrevista ao Decrypt, Cameron Hejazi, CEO da Cent, disse:

Com Valuables, queremos dar às pessoas uma outra forma de expressarem o quanto eles gostaram de algo ou quanto aquilo as envolveu.

Vimos todos os tipos de arte digital sendo tokenizados, então pensamos: “por que não levar isso para plataformas sociais?”.

NFTs e o mercado de obras de arte da indústria cripto

Segundo o Decrypt, o objetivo a longo prazo é dar às pessoas a chance de obter uma renda ao monetizar o conteúdo que criam na internet. 

Passamos muito tempo nas redes sociais, mas não monetizamos esse tempo gasto, então é isso o que Hejazi quer mudar:

Este é apenas o primeiro passo de uma grande missão de permitirmos que haja uma renda criativa para qualquer um que esteja criando em âmbito digital.

Centenas de dólares já foram transacionado pela venda de tuítes na plataforma. E se a moda pega? (Imagem: Unsplash/akshar_dave)

No fim de 2020, mais de US$ 75 mil foram obtidos na venda de tuítes e mais de 400 “NFTweets” foram vendidos. Esse número está só aumentando em 2021.

De acordo com estimativas da empresa, desde o Natal de 2020, houve um aumento de 64% nas ofertas de compra, pois quem já havia comprado algum tuíte voltou para comprar outro.

Segundo Hejazi, quase 80% — ou quatro a cada cinco pessoas — são compradores que realizaram diversas aquisições.

Alguns grandes nomes que estão vendendo seus tuítes na plataforma. Mark Cuban, grande empreendedor americano, dono da franquia Dallas Mavericks da NBA, vendeu um tuíte por quase US$ 1 mil.

“A geração de reserva de valor está com tudo e você ainda nem sabe”, afirmava o tuíte, com um link para seu blog.

“Acho que houve uma oferta de US$ 1 mil que chamou a atenção dele, então ele entrou no aplicativo, configurou sua [carteira] MetaMask e a aceitou”, disse Hejazi, acrescentando: “aqui, temos uma figura muito conhecida que está interagindo com pessoas que são seus maiores fãs”.

Neeraj Agrawal, diretor de comunicações do Coin Center, também está de olho no Valuables. Após tuitar sobre a ideia de que muitas NFTs parecem estar com um preço muito alto, ele vendeu esse exato tuíte por US$ 20 como um NFT.

Brincadeiras à parte, eu acho que NFTs são bons. Eu só não consigo superar esses preços. Estou no negócio errado.

Mencionando o tuíte vendido, ele complementou:

Pelo espírito das NFTs, acabo de vender este tuíte por US$ 20.

Em entrevista ao Decrypt, Agrawal reconhece que alguns tuítes específicos podem acabar sendo muito valiosos:

De vez em quando, surgem esses tuítes “lendários” que são icônicos demais e entram para a História, então eu consigo imaginar que, se você valoriza uma obra de arte digital, então ser dono de um tuíte também pode ser algo valioso.

Em seguida, ele pediu:

Parem de transformar em NFTs meus tuítes zoando NFTs.

Como essa compra e venda de tuítes funciona?

Usuários da Cent podem negociar tuítes na Ethereum pela plataforma Valuables.

Quando o criador decide vender um de seus tuítes, a primeira coisa que fazem é emiti-lo no blockchain Ethereum. Isso fará com que seu tuíte seja armazenado para sempre no registro imutável. Criam uma versão autografada e única do tuíte, que pode ser vendida a qualquer um que deseje comprá-la.

Para isso, é preciso ter uma conta no Twitter. Em seguida, é preciso se cadastrar na plataforma Valuables com essa conta para que a Cent verifique quais tuítes pertencem a um usuário. 

Após instalar a extensão de carteira MetaMask, é possível analisar e aceitar ofertas por tuítes diretamente na Valuables.

Para adquirir um tuíte, tudo o que você precisa fazer é acessar a plataforma Valuables e inserir o link do tuíte que você deseja comprar. Mesmo se o processo acima ainda não tiver sido feito, é possível fazer uma oferta.

Quando um tuíte é vendido, 95% dos lucros dessa venda vão diretamente para o autor do tuíte e 5% vão para a Cent.

Tudo o que é registrado no blockchain não pode ser alterado, então o comprador é dono do tuíte na forma de um NFT.

Mesmo se o tuíte original for excluído ou se a conta que o publicou for suspensa ou deletada, haverá uma cópia permanente no blockchain, evidenciando a posse de um usuário sobre o tuíte comprado.

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 12/02/2021 - 14:19

Pela Web