Cotações por TradingView
Cotações por TradingView

Preço do bitcoin cai novamente nesta terça-feira; liquidações também afetam o setor DeFi

23/02/2021 - 8:08
Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento
Criptomoeda caiu 4,23% nos últimos sete dias devido à superalavancagem de investidores (Imagem: Unsplash/executium)

O preço do bitcoin (BTC) caiu abaixo de US$ 48 mil após ter quase atingido US$ 57,5 mil nessa segunda-feira (22) devido posições de derivativos, equivalentes a aproximadamente US$ 6 bilhões, tiveram de ser liquidadas por corretoras de criptomoedas.

Nas últimas 24 horas, US$ 5,65 bilhões de posições abertas foram liquidados por corretoras, segundo a rastreadora Bybt.com. Em outras palavras, corretoras cripto liquidam posições superalavancadas dos investidores.

Investidores superalavancam, ou negociam em margem, achando que o preço do bitcoin irá subir e beneficiá-los.

Porém, quando o preço do bitcoin cai abaixo do preço de liquidação de suas posições, corretoras são forçadas a liquidar ou fechar essas posições porque investidores não são capazes de atender aos requisitos de margem de suas posições alavancadas.

Mais de 645 mil investidores foram liquidados nas últimas 24 horas e a maior liquidação única havia acontecido na corretora Huobi, avaliada em US$ 20,66 milhões, segundo a Bybt.

Em termos de liquidação total entre corretoras, Binance foi a líder (mais de US$ 2,5 bilhões), seguida da Huobi (cerca de US$ 1,40 bilhão) e OKEx (mais de US$ 745 milhões). Em termos de criptoativos, as posições de bitcoin formaram grande parte das liquidações, seguidas pelas de ether (ETH) e XRP.

As liquidações parecem ter sido as maiores na história do mercado cripto. Apesar de dados passados não estarem disponíveis, as liquidações da BitMEX de 2020 forneceram um bom panorama. BitMEX, a maior corretora de futuros cripto na época, teve mais de US$ 700 milhões liquidados.

Neste momento, o bitcoin está sendo negociado a US$ 47,9 mil, segundo o TradingView:

(Imagem: TradingView)

A queda de ontem no preço também refletiu no setor de finanças descentralizadas (DeFi), tornando-se a segunda maior quantia liquidada na história do ecossistema DeFi.

Ao todo, dos US$ 24,1 milhões em liquidações, US$ 13,7 milhões aconteceram no protocolo DeFi Compound. Aave teve o segundo maior número de liquidações, totalizando US$ 5,4 milhões.

A maior liquidação aconteceu em 26 de novembro de 2020, quando um aumento momentâneo no preço da stablecoin DAI fez com que o Compound liquidasse mais de US$ 88,4 milhões em garantias.

As dez maiores liquidações em DeFi em um só dia (Imagem: The Block Research, Debank)

Novo! Receba Grátis a Newsletter
Crypto Times
Uma newsletter que minera informação para você!

Autorizo o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.
theblockcrypto.com © 2020 - The Block Crypto, Inc. All rights reserved. Todos os direitos reservados.

Última atualização por Daniela Pereira do Nascimento - 23/02/2021 - 8:13