SLC estreia em venture capital e quer ‘trazer’ as startups para dentro da sua porteira

27/05/2021 - 15:45
SLC Agrícola
Braço de investimento da SLC quer contribuir para as startups não só com dinheiro, mas com a experiência prática (Imagem: YouTube/SLC Agrícola)

A SCL Agrícola (SLCE3) se aventura no nicho de investimentos em agtech e inaugura o portfólio da SCL Ventures botando dinheiro na Aegro.

O grupo, um dos maiores na produção de grãos e algodão do País, não informou o valor do seu primeiro aporte, mas a startup, em sua terceira rodada de captação, atraiu cerca de R$ 12 milhões, somando recursos de outros dois grupos de investidores, a SP Ventures e a ABSeed.

O braço de venture capital da SCL foi criado para alocar recursos em novos modelos de negócios digitais dentro da porteira.

No caso da Aegro, no mercado desde 2014, comercializa software de gestão de fazendas.

A vantagem do processo iniciado pela SLC Ventures é que o apoio a esta empresa vai além do financeiro.

Como reporta Carlos Aranha, líder em ecossistemas, e Frederico Logemann, chefe de inovação, a contribuição que o grupo quer dar para todas as empresas que venham a figurar na carteira é envolvê-las nas necessidades e no know-how que a gestão e a expertise da SLC detêm.

É como trazer as empresas escolhidas para dentro da porteira do grupo.

A SLC Ventures, segundo os executivos, tem dois polos. Além do investimento direto, como o dessa estreia, o outro está estruturado para seleção e incubação de projetos de “alto impacto”, para ambientes “apartados das operações agrícolas”, os venture builder.

Quer ficar por dentro de tudo que acontece no mercado agro?
Receba de segunda a sexta as principais notícias e análises. É grátis!
Ao clicar no botão você autoriza o Money Times a utilizar os dados fornecidos para encaminhar conteúdos informativos e publicitários.

Última atualização por Lucas Eurico Simões - 21/07/2021 - 13:58

Cotações Crypto
Pela Web